Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mais Liberal

Sob coordenação do Departamento de Marketing do Grupo Liberal, aborda os temas relacionados à economia, negócios, tecnologia, comportamento e áreas afins. Publicação aos domingos, terças e quintas. A coluna recebe sugestões pelo e-mail maisliberal@oliberal.com.br.

Papo Liberal com a psicóloga Carmem Campos sobre qualidade do sono e a pandemia

Mais Liberal

Papo Liberal

Psicóloga Carmem Campos (Arquivo pessoal)

A Mais Liberal conversou com Carmem Campos, psicóloga e coordenadora do curso de Psicologia do Centro Universitário Estácio São Luís, sobre qualidade de sono e pandemia.

De acordo com os dados da Associação Brasileira do Sono (ABS), a população brasileira está dormindo cada vez menos, com média de 6,4 horas. Quais os principais fatores para a má qualidade do sono?
Algumas razões que podem ocasionar a dificuldade para dormir bem são a ansiedade, preocupação com alguma questão ligada à saúde e fatores emocionais, problemas na vida profissional, alimentações erradas e pesadas na rotina, angústia e tristeza, além do uso excessivo de tecnologias perto do horário de descansar. Não podemos esquecer que, neste período de pandemia, várias pessoas também tiveram sua renda financeira diminuída ou perderam o emprego, o que é outro fator agravante para perder o sono.

Quantas horas de sono são recomendadas por dia?
O sono deveria ser um dos prazeres do ser humano. Você sabia que existem pessoas que têm medo de dormir? Outras que não gostam? E outras que têm, realmente, dificuldade. O sono, assim como outros fatores como alimentação, saúde física e afeto, é responsável por nossos desenvolvimentos físico e mental. O ideal seria que todos pudessem dormir em torno de oito horas por dia. Mas, quando isso não é possível, que se tenha, pelo menos, o tempo mínimo para se sentir revigorado.

Quais as consequências da má qualidade do sono a longo prazo?
Quando não se dorme bem, nosso humor, atenção, disposição para o trabalho e outras atividades que deveríamos desenvolver durante o dia ficam alterados, assim como nossas relações interpessoais. Ou seja, toda nossa qualidade de vida sofre com isso.

Pessoas mais ansiosas tendem a ter relacionamentos mais conturbados?
Pessoas que são mais ansiosas, na maioria das vezes, têm mais dificuldade para pegar no sono. Por consequência, esse fator fica ainda mais acentuado.

O cenário de pandemia, com diversas incertezas e pressão no trabalho são fatores que podem contribuir para um descanso não adequado?
Com o cenário da pandemia, o fator sono de muitos brasileiros foi afetado. O medo de adoecer, perder pessoas queridas e a própria vida foram alguns desses motivos.

Quais dicas para se ter uma noite de sono mais tranquila?
É aconselhável que se tenha um ambiente tranquilo para dormir. Evitar ficar no celular, deixar a televisão ligada, ter uma alimentação mais leve à noite, fazer atividade física, conversar com amigos e familiares sobre suas dificuldades. E, se for o caso, procurar ajuda de um profissional que trabalhe com essa questão do sono, como neurologista, psiquiatras, psicólogos.

AP informa

Em função das novas regras decretadas pelo Governo do Pará por conta do aumento no número de casos de covid-19 no estado, a Assembléia Paraense optou por cancelar o Baile das Flores. O clube retomará o evento, que já é tradição em Belém, no próximo ano.
Oportunidade na crise

Oportunidade na crise

Levantamento da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD) aponta que o setor registrou, até outubro, um crescimento de 9% em relação ao mesmo período do ano anterior. Já o número de empreendedores independentes saltou 11%, na comparação com 2019. O desempenho foi impulsionado pela digitalização e o processo de social selling, no qual as marcas desenvolvem relacionamentos colaborativos com os consumidores.

Prêmio Sesc de Literatura

Começam nesta segunda-feira, 25, e vão até 16 de fevereiro, as inscrições para a premiação, uma das mais importantes do país e que abre espaço para escritores inéditos, cujos trabalhos possuam qualidade literária para edição e circulação nacional. Obras ainda não publicadas podem ser inscritas, de forma gratuita e on-line, nas categorias Romance e Conto. O regulamento pode ser acessado em sesc.com.br/premiosesc.

Equidade de gênero

A XP, uma das maiores corretoras de valores brasileiras, abriu 100 vagas para mulheres, que devem ser preenchidas ao longo deste primeiro semestre. A iniciativa faz parte do MLHR3 - coletivo dedicado à aceleração de mulheres no mercado financeiro, que objetiva ter pelo menos 50% do quadro de colaboradores feminino até 2025.

Equidade de gênero II

Válidas para Brasil e outros países, as vagas são para áreas de negócios e tecnologia e abrangem todos os níveis de experiência profissional em funções como estagiária, analista, coordenadora, gerente, supervisora, gerente de produtos e engenheira de software e todas são válidas para Pessoas com Deficiência (PCD). Mais informações em boards.greenhouse.io/xpincmlhr3.

Viva Belém

A cantora Alba Mariah selecionou um repertório de primeiríssima qualidade para homenagear os 405 anos de Belém e os grandes compositores paraenses. Tudo para a apresentação que fará na terça-feira, 26, no coreto montado na Praça Central do Castanheira Shopping, a partir das 18h. Ruy e Paulo André Barata, Nilson Chaves, Vital Lima e Chico Sena estão entre os selecionados. A apresentação faz parte da programação paralela da exposição "Belém, Viva Belém 2021: Praças e Monumentos", que ficará aberta até o próximo dia 31.

Mais Liberal
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS LIBERAL