Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mais Liberal

Sob coordenação do Departamento de Marketing do Grupo Liberal, aborda os temas relacionados à economia, negócios, tecnologia, comportamento e áreas afins. Publicação aos domingos, terças e quintas. A coluna recebe sugestões pelo e-mail maisliberal@oliberal.com.br.

O sucesso do Vanilla Doceria no Aprender & Empreender

Mais Liberal
Bruna Azevedo (Arquivo Pessoal)

Aprender & Empreender 

Nome: Bruna Azevedo
Idade: 28 anos
Nome do negócio: Vanilla Doceria
Segmento: confeitaria
Tempo de atuação: 6 anos

Quais foram os maiores desafios ao iniciar seu negócio?
Acredito que treinar pessoas para que o negócio pudesse crescer. Como eu comecei sozinha, precisava de profissionais que fizessem o mesmo que fazia para manter o padrão de qualidade, de estética, de tudo. Então, conseguir formar uma equipe qualificada, além de dinheiro, leva tempo! É o que considero ter sido a maior dificuldade. Outro grande desafio foi conseguir expandir a loja com pouco investimento. Tinha de pesar tudo muito bem. Por isso, fomos dando passos pequenos. 

Quais os acertos?
Investimento em atendimento de excelência, proximidade com nossos clientes e produtos de qualidade, além de um lugar aconchegante. 

E os erros?
São inúmeros. Todo dia tem um acerto e um erro. A diferença é a atenção que a gente dá, pois crescemos com esses erros e vamos melhorando.  Se pudesse citar um, seria falta de investimento em engenharia de produção no início. Vendíamos produtos quase a preço de custo por essa falta de estudo. Hoje, temos orgulho de ter uma produção toda calculada por um engenheiro. 

Que dica você deixa para quem deseja empreender?
Comece, independente do que seja, de quanto tem, do tempo que tem! Só comece. Se errar, recomece. A gente chega lá se não parar nenhum dia.


NOTAS: 

Programação do Zero
É o curso gratuito que o iFood vai oferecer, em parceria com a Cubos Academy, para formar 120 pessoas em desenvolvedoras de software. Não será exigido qualquer conhecimento prévio na área e as bolsas de estudo serão integrais. As inscrições vão até 30 de abril e o pré-requisito é ter renda familiar per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo. Mais informações aqui.

Queijo do Marajó
A iguaria artesanal, produzida com leite cru de búfala em nosso arquipélago, conquistou a Indicação Geográfica (IG), registro concedido pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). A publicação foi feita na Revista de Propriedade Industrial e concede ao produto, genuinamente marajoara e paraense, a indicação de procedência, uma grande vitória dos produtores e do estado do Pará. 

Queijo do Marajó II
O produto também é o primeiro da região Norte a receber o Selo Arte, ampliando as possibilidades de mercado ao ser identificado como um queijo artesanal tradicional brasileiro, o que permite sua comercialização em todo o país. As conquistas aumentam a responsabilidade da pesquisa agropecuária no fortalecimento da cadeia da bubalinocultura no Marajó.

Efeito auxílio emergencial
O Governo Federal deve apresentar, esta semana, a prorrogação do programa de redução de jornada de trabalho e salário. A medida, adotada em 2020, prevê que o Governo complemente parte da remuneração do trabalhador. Em contrapartida, a empresa se compromete em não demitir. A suspensão do contrato temporário também deve voltar a ser permitida.

Parceiro da vacinação
O Centro Universitário Fibra foi uma das instituições escolhidas para ser centro de vacinação da campanha de combate à covid-19, em Belém. No local, que funciona tanto em esquema drive thru como para pedestres, já foram vacinadas mais de 5 mil pessoas, entre a primeira e segunda doses. Todas distribuídas pela Secretaria Municipal de Saúde. A ação movimenta em torno de 90 profissionais entre alunos, equipe de apoio da Sesma e digitadores.

Pirâmides financeiras
Os processos por conta deste tipo modalidade saltaram de 47, em 2015, para quase 700, em 2020. Um aumento de mais de 1.300% em apenas cinco anos. Os dados são de um relatório desenvolvido pela Comissão Especial de Pirâmides Financeiras, instituída pelo Conselho Nacional de Defesa do Consumidor (CNDC), do Ministério da Justiça. Entre os prováveis motivos para essa expansão galopante, a pandemia e a queda da taxa Selic nos últimos anos.

Esgotamento digital
Pesquisa da Stanford University, dos Estados Unidos, revelou que a exposição excessiva às videochamadas é prejudicial a curto e médio prazos. Entre os sintomas causados, dores de cabeça, depressão e crises de ansiedade. Os quatro principais motivos para esse cansaço são os olhares de terceiros, a exposição à própria imagem na tela, a falta de exercício e a frustração por não conseguir se expressar por meio da câmera.

Mais Liberal
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS LIBERAL