Mais Liberal

Sob coordenação do Departamento de Marketing do Grupo Liberal, versa sobre os temas relacionados à economia, negócios, tecnologia, comportamento e áreas afins. Publicação aos domingos, terças e quintas. A coluna recebe sugestões pelo e-mail maisliberal@oliberal.com.br.

Eu recomendo com Joana Vieira, Smart Mask, Antídoto contra a crise

Mais Liberal

Eu recomendo

Joana Vieira (Arquivo Pessoal)

Nome: Joana Vieira 
Idade: 40 anos
Profissão: professora
Recomendo: o livro "As Origens do Totalitarismo", de Hannah Arendt

Por que você indica a obra?
Nos últimos anos, temos assistido à ascensão de um movimento neozanista que tem ameaçado, de certo modo, os alicerces democráticos no mundo. Vejo, principalmente agora, em tempos de pandemia, a insistência da palavra fascismo nas mídias digitais e tradicionais e me questiono - e creio que não seja apenas eu - se as pessoas compreendem de fato o sentido dessa palavra ou as políticas defendidas e executadas por nações que viveram o Nazismo e o Fascismo no período pós-segunda Guerra Mundial. Entendo que compreender o passado é fundamental para decidirmos o que defender ou apoiar no presente e no futuro e, para isso, informação é primordial.

Como tem sido a sua rotina neste período de isolamento social?
Todos fomos pegos de surpresa com a notícia da pandemia. Mas, se o confinamento era a opção mais segura e viável, aproveitei para escrever e estudar; cozinhar e ler. Precisava terminar a dissertação do mestrado e a ideia de ter de ficar em casa passou a ser produtiva em vez de deprimente e ociosa. Sou professora e tive que me readequar a uma nova realidade: as aulas on-line. A rotina mudou, porém foi um tempo que serviu para novos desafios e aprendizados. Não vejo nada de positivo em uma pandemia que matou milhares de pessoas no mundo todo, mas há o que tirar de lição desse momento e, acredito, que se ressignificar como profissional e ser humano foi uma grande lição.

Qual mensagem você deixa para os nossos leitores?
Digo que estar em casa não deve ser um problema. Quando o nosso lar passa a ser um lugar hostil no qual não conseguimos ficar em paz em uma quarentena, é chegado o momento de refletirmos se não há algo de errado com as relações que estamos construindo com os outros e com nós mesmos. Assim, o meu conselho é: aproveite os dias em casa para redefinir planos e projetos, amar mais os pais, cônjuges e filhos. O diálogo é fundamental e o autoconhecimento, também.

Ainda não é o momento...

A Culture Lab, equipe da agência de publicidade África, realizou o estudo ‘O relaxamento no Brasil’, que aponta: 76% dos ouvidos não concordam com a flexibilização da quarentena. Para 58,9%, as pessoas estão agindo de forma mais relaxada do que consciente. A sondagem foi feita em junho com 409 entrevistados de todo o País, de diversas faixas etárias.

...Apesar do desgaste

O estudo também revela que o primeiro trimestre da quarentena trouxe angústia, cansaço e frustração para os brasileiros. Mostra ainda que as escapadas vêm se tornando mais frequentes. Para os especialistas, a explicação está nas defesas do corpo que entram em ação frente a um perigo, como a possibilidade de ser contaminado pelo vírus. Com o avançar do tempo, elas param de funcionar.

Homenagem

No último sábado, 18, o Sindicato dos Médicos (Sindmepa) lançou o Memorial virtual Médicos do Pará na Covid-19. O projeto é uma homenagem aos profissionais paraenses vítimas do novo coronavírus. Até a estreia, 41 médicos já haviam perdido a batalha para a doença. A maioria a contraiu em serviço, ou seja, no ofício de salvar vidas.

WebiCOOP.PA

É o nome do projeto desenvolvido pelo Sistema OCB/PA que contempla uma série de webinars. Realizados todas às quartas-feiras, às 15h, abordam assuntos de interesse das cooperativas paraenses como mercado, legislação, inovação e crédito. Para se ter uma ideia do alcance, 55 cooperativas já estão inscritas para o Webi.COOP.PA desta semana. Mais informações no site paracooperativo.coop.br

Smart Mask

Já que as máscaras se tornaram acessório de saúde pública, a empresa japonesa Donut Robotics resolveu agregar tecnologia a elas. Em setembro, lançará uma capaz de traduzir idiomas. Chamada de C-Mask, tem função bluetooth para ser pareada com o celular, permitindo fazer ligações, transcrever falas para enviar mensagens e traduzir palavras do japonês para oito idiomas diferentes.

Divulgação

Antídoto contra a crise

Uma pesquisa realizada pelo Sebrae mostrou que o nível de inovação nos pequenos negócios fez toda diferença na dimensão do impacto econômico causado pela pandemia do novo coronavírus. Enquanto 87% dos pequenos empreendimentos convencionais registraram queda de faturamento durante a crise, as perdas foram menos significativas entre as empresas essencialmente inovadoras, as startups (68%).

Antídoto contra a crise II

O mesmo estudo apontou ainda que 13% dos pequenos negócios inovadores conseguiram aumentar as vendas apesar da crise. O resultado é bem superior ao percentual encontrado no universo geral das MPEs, onde apenas 4% das empresas tiveram elevação de receita.

Mais Liberal
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!