Mais Liberal

Sob coordenação do Departamento de Marketing do Grupo Liberal, aborda os temas relacionados à economia, negócios, tecnologia, comportamento e áreas afins. Publicação aos domingos, terças e quintas. A coluna recebe sugestões pelo e-mail maisliberal@oliberal.com.br.

Eu Recomendo com Carlos Namur a série Amazônia Oculta

Mais Liberal

Eu Recomendo

(Divulgação)

Nome: Carlos Namur
Idade: 55 anos
Ocupação: publicitário, entre outras
Recomendo: jogar xadrez

Por que você indica?
Sempre gostei de jogar xadrez, apesar de não ter talento e, confesso, pouca dedicação ao esporte. É um jogo com muitos benefícios. Exercita várias áreas de conhecimento muito úteis para a vida. Apura a lógica, o planejamento estratégico e a flexibilidade para mudanças repentinas e, assim como na vida, alguns sacrifícios são necessários para ganhar o jogo. No xadrez, a concentração é fundamental e a ausência dela ou agir por impulso pode ser fatal. Mas também pensar demais paralisa a ação e te deixa prisioneiro das próprias ideias. O meio do caminho é o raciocínio rápido.

Como tem sido sua rotina com todas as mudanças causadas pela pandemia?
No começo, o confinamento alterou totalmente a rotina. Percebi que as duas horas diárias de trânsito foram convertidas em trabalho na frente do computador. Junto com o álcool em gel e as máscaras, a internet nunca foi tão importante e necessária. Por outro lado, fiquei muito mais conectado em conteúdos diversos, vivenciamos o boom das lives, de todos os tipos e gêneros: música, políticos, empresários, acadêmicos, cientistas e até as missas de domingo. O problema é que o trabalho não tinha hora para terminar. Você fica tão concentrado que as jornadas de 12, 14 horas eram comuns. Foi preciso muita disciplina e esforço para encontrar um balanço saudável e sustentável. Reservei um tempo para ensinar minha filha de cinco anos a jogar xadrez. Agora, todas as noites ela já monta as peças no tabuleiro e me desafia para uma partidinha. E eu adoro.

Que mensagem você deixa para os nossos leitores?
Onde há problema, há oportunidade. A frase é lugar-comum, mas nesse momento tão difícil da humanidade é quando mais precisamos colocar nossas mentes no modo fazer diferente, como se fosse um mantra. Pode ser em coisas simples, como vestir o relógio no outro braço, caminhar sem destino desbravando lugares diferentes, escrever um texto, ler um livro improvável, abrir-se para novos gêneros musicais ou mesmo jogar xadrez.


Meio ambiente 

Fortalecer e consolidar cadeias produtivas e reverter em renda e qualidade de vida para as comunidades, ao mesmo tempo com melhores índices de conservação. É o que norteia o novo projeto financiado pelo Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF, na sigla em inglês) no Brasil, com aporte de US$ 3,4 milhões doados pelo GEF e US$ 18,6 milhões de financiamento nacional. Os recursos serāo direcionados para atividades desenvolvidas no Pará, Amapá e Amazonas, impactando quase 6 mil pessoas e mais de 18 milhões de hectares.

Meio ambiente II

Coordenado pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, o novo projeto reforçará ações de extração de madeira e os manejos de pescado, com foco no pirarucu; de jacarés e caranguejo-uçá e o de mangue. A expectativa é que a valorização das atividades sustentáveis contribua para diminuição da pressão sobre o meio ambiente local, como a redução da extração da madeira de forma ilegal.

Amazônia Oculta

Fotos

É o nome da série que conta 15 histórias de terror, suspense e ficção científica na Amazônia. Escrita e dirigida pelo jornalista e diretor de Cinema e TV paraense Roger Elarrat, foi gravada em Belém e proximidades, como Icoaraci, Ilha do Combu e Outeiro, e conta com cinco episódios. A obra foi financiada via chamada pública e será exibida na TV Cultura do Pará no início de 2021. Traz ainda a última participação da atriz paraense Nilza Maria, com 96 anos na gravação das cenas. 

As filmagens contaram com mais de 30 efeitos práticos de vários níveis de complexidade (de maquiagem de caracterização, roupa de monstro, explosões, fumaça, ácido, a jato de sangue). E teve pós-produção de um ano, com mais de 140 efeitos visuais complementares aplicados nas cenas, como arames apagados até luzes, texturas, objetos se movendo, gosmas virtuais e névoas. Confira, a seguir, o trailer:

Empreendedorismo

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta semana, o texto-base do Marco Legal das Startups, que regulariza o setor e incentiva a criação de novas empresas. Agora, o texto vai ao Senado. Pelo marco, são consideradas startups as empresas e sociedades cooperativas que atuam na inovação aplicada a produtos, serviços ou modelos de negócios. Só podem se enquadrar na classificação companhias com receita bruta anual de até R$ 16 milhões e no máximo dez anos de inscrição no CNPJ.

Empreendedorismo II

O projeto estabelece ainda processos simplificados de abertura e fechamento de startups, além de garantias mais amplas aos investidores-anjo, dedicados ao capital de risco aportado em empresas de tecnologia iniciantes. Pela atual legislação brasileira, os investidores podem ser responsabilizados por passivos gerados pelas startups. O marco legal os isenta desses débitos, numa tentativa de estimular os investimentos no país.

Natal Solidário

No próximo sábado, 19, a Igreja Evangélica Assembleia de Deus, campo Cidade Nova, realiza ação para entrega de brinquedos novos e manhã de atividades para as crianças dos bairros Icuí-Guajará e 40 horas. Este ano, a meta é atender 600 crianças carentes com a campanha, que é realizada há 22 anos e já beneficiou mais de 10 mil pessoas. Quem quiser contribuir com doações de brinquedos ou dinheiro pode entrar em contato pelo WhatsApp (91) 98899-0106 e (91) 98304-7917 ou ir até à coordenação da ação social, na Cidade Nova 3, Tv. Sn-06, 100, em Ananindeua. 

Mais Liberal
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS LIBERAL