Mais Liberal

Sob coordenação do Departamento de Marketing do Grupo Liberal, aborda os temas relacionados à economia, negócios, tecnologia, comportamento e áreas afins. Publicação aos domingos, terças e quintas. A coluna recebe sugestões pelo e-mail maisliberal@oliberal.com.br.

Eu recomendo com a professora Lucy Teixeira e o projeto 'Abrace o Marajó'

Mais Liberal

Lucy Teixeira (Arquivo Pessoal)

Nome: Lucy Teixeira
Ocupação: professora
Recomendo: o livro "Sentimentos isolados: narrativas do distanciamento social".

Por que você indica? 
Trata-se de uma coletânea que traduz, por intermédio de narrativas testemunhais, o medo, a tristeza, a apreensão, a perda, o luto, consequência da situação de adversidade pela qual a sociedade está passando.  Esse isolamento abala o estado emocional das pessoas, deixando-as vulneráveis à depressão e ao sofrimento. Logo, essa leitura pode provocar emoções e catarses.

Como tem sido sua rotina com todas as mudanças causadas pela pandemia?
Trabalho remoto. Inicialmente, com certo estranhamento. Mas, depois, ficou mais tranquilo e rotineiro. Muito respeito aos protocolos sanitários. Reposicionamento também no lidar com afetos num momento no qual todos estão emocionalmente fragilizados. 

Que mensagem você deixa para os nossos leitores?
Muita esperança de que este momento vai passar e o legado deste período será o amadurecimento intelectual e afetivo. Sigam os protocolos.

NOTAS:

Abrace Marajó
É o nome do projeto que tem como objetivo combater a exploração sexual de crianças e adolescentes, violência contra a mulher e todas as formas de violação dos direitos humanos na Ilha do Marajó. O cantor Zezé Di Camargo e o artista De Lukka abraçaram a causa, com a gravação de um clipe, lançado nesta segunda, 12, Dia das Crianças, para reforçar a bandeira de valorização da vida e proteção ao menor. 

Felipe Duram, Zezé Di Camargo e De Lukka (Divulgação)

Débitos fiscais 
Lançado, na última semana, o Mutirão de Renegociação Tributária. A iniciativa faz parte do Programa de Retomada Fiscal e possibilita a regularização de débitos inscritos em Dívida Ativa da União com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e com a Receita Federal (RFB). Diversas modalidades de acordos estão disponíveis, entre elas as dedicadas ao pequeno produtor rural, à agricultura familiar e às micro e pequenas empresas.

Débitos fiscais II
Os acordos podem ter redução de até 100% sobre juros, multas e encargos e parcelamentos em até 145 meses. A adesão pode ser realizada no Portal Regularize, até 29 de dezembro, e no Portal da Receita Federal, onde é possível fazer uma simulação para escolher a modalidade mais adequada à situação do negócio.

Memórias de Nazaré
O Shopping Bosque Grão-Pará realiza, até o dia 25 de outubro, exposição com objetos religiosos, fotografias das procissões do Círio e uma feira de artesanato. Entre o acervo, estão cartazes, o manto oficial, peças de miriti e até um carro de promessa utilizado em romaria. A visitação pode ser realizada no horário de 10h às 22h, de forma gratuita.

Pronampe prorrogado?
O Governo Federal estuda formas de viabilizar uma terceira fase do do Programa de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. Para fornecer capital de giro para mais empreendedores, avalia-se reduzir de 100% para 30%  o total disponibilizado a perdas de cada negócio. Assim, os novos R$ 10 bilhões alocados no Fundo de Garantia de Operações poderiam ser usados para alavancar uma quantidade maior de crédito na ponta.

Pós-graduação em Oxford
Abertas as inscrições para o programa de bolsas da renomada Universidade britânica em 2021. O incentivo cobre todo o valor de anuidade, as taxas acadêmicas e um auxílio financeiro, totalizando mais de R$ 100 mil por ano. Durante o período da pós, os acadêmicos recebem mentoria, fazem cursos para desenvolvimento de liderança e criam um projeto pro bono. Entre as opções elegíveis para a bolsa estão os Mestrados em Estudos Latino-americanos e em Economia para o Desenvolvimento e Ciências Sociais da Internet. Mais informações no site ox.ac.uk.

Black Friday
Novos hábitos desenvolvidos pelos brasileiros durante o distanciamento social terão grande impacto nas vendas deste fim de ano. Um levantamento realizado pela Criteo revelou que 80% dos consumidores continuarão comprando presentes de forma on-line para datas comemorativas. Cerca 67% descobriram pelo menos uma nova forma de compra pela web que manterão.

Black Friday II
O estudo destacou ainda que, além do e-commerce, os brasileiros estão se voltando também para compras em aplicativos. De forma geral, as vendas no varejo on-line foram 30% maiores nas Américas e 17% superiores em todo o mundo durante as duas semanas de 15 a 28 de junho, em comparação com a média do período de 2 a 14 de fevereiro.

Mais Liberal
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!