Mais Liberal

Sob coordenação do Departamento de Marketing do Grupo Liberal, versa sobre os temas relacionados à economia, negócios, tecnologia, comportamento e áreas afins. Publicação aos domingos, terças e quintas. A coluna recebe sugestões pelo e-mail maisliberal@oliberal.com.br.

Equatorial Pará, hospital oncológico infantil e Kopenhagen

Mais Liberal

PAPO LIBERAL

Marcos Almeida (Divulgação)

A coluna conversou com Marcos Almeida, presidente da Equatorial Pará, marca que substituiu a sigla Celpa. Confira a entrevista:

Por que mudar a marca Celpa por Equatorial?

A companhia quer firmar uma nova relação com os clientes, baseada em gentileza, cortesia, entregas e empatia. Com esse reposicionamento, nós queremos consolidar, também no Pará, uma mudança de atitude e oferecer investimentos em tecnologia, cultura e responsabilidade social.

Todos os pontos de contato já estão com a nova marca?

A evolução da nossa marca ocorrerá de forma gradativa nos ambientes físicos. Mas nos ambientes digitais, como o nosso novo site, o aplicativo e a atendente virtual Clara do WhatsApp, já estão com a nossa nova marca.

O que essa mudança representa para os paraenses?

Muito mais benefícios à população paraense. Para ter uma ideia, até o fim de dezembro, faremos a troca de mais de 3 mil geladeiras das famílias de baixa renda de várias regiões do estado. Em 2020, vamos ter o maior programa de universalização de energia dos últimos anos, que vai atender famílias em áreas rurais. Ainda vamos fazer milhares de ligações por meio do Programa Luz para Todos. As inaugurações de subestações na Batista Campos, em Belém e em Santana do Araguaia também estão previstas para ocorrer no próximo ano. Teremos ainda obras de grande porte, como é o caso do Tramoeste, uma linha em Rurópolis e uma nova que dará um reforço importante no atendimento de Belém.

Quais serão os pilares de comunicação da Equatorial para 2020?

Nós queremos concentrar nossa comunicação em esclarecer a população a respeito dos nossos serviços. Também comunicar de forma assertiva sobre direitos, deveres e composição da conta de energia, além de orientações sobre consumo consciente, segurança com a rede elétrica e muito mais. Estamos fazendo investimentos em nossos conteúdos digitais, para que o cliente tenha informação em tempo real, seja no site da empresa ou nos canais oficias das redes sociais.  

Como a Equatorial vê as demandas dos consumidores pela oferta de energia elétrica com mais qualidade e a um preço mais competitivo?

É importante destacar que, desde que o Grupo Equatorial assumiu a gestão da empresa, há sete anos, conseguimos avanços muito expressivos, como a subida de 27 posições no ranking da ANEEL que avalia a qualidade do fornecimento de energia elétrica de todas as distribuidoras do país. Houve uma redução de mais de 75% do tempo em que o paraense ficava sem energia. E queremos avançar ainda mais nesse indicador.

Quanto ao preço da tarifa, é importante esclarecer que é a ANEEL quem define esses valores em todo o Brasil. Faz isso levando em consideração os custos com a compra de energia, transmissão e encargos setoriais. Para se ter uma ideia, de uma conta de energia de R$ 100, o valor destinado à Equatorial Pará é R$ 26, para fazer todos os investimentos necessários para operar e expandir o sistema elétrico paraense.

PÍLULAS DIGITAIS

Esta semana, a jornalista Francy Rodrigues fala sobre os robôs (bots) que invadem contas e perfis nas redes sociais e comprometem o engajamento do conteúdo.

SOLIDARIEDADE

A primeira-dama, Daniela Barbalho, e a diretora do Hospital Oncológico Infantil, Alba Muniz (Divulgação)

Crianças que fazem tratamento contra o câncer no Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo (HOIOL), em Belém, receberam visitas especiais na última semana: Daniela Barbalho, primeira-dama do Pará, e Papai Noel. Eles entregaram presentes antecipando o Natal dos pacientes internados na unidade do Governo do Estado e gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar.

Ernani Guilhon, diretor-presidente da Porte Engenharia, recebeu a comenda “Honra ao Mérito”, na Assembleia Legislativa do Estado do Pará, em reconhecimento ao trabalho realizado pela construtora em 30 anos. (Divulgação)

NATAL SEM CULPA

Kopenhagen (Divulgação)

Muitos chocólatras querem comer delícias sem abrir mão da saudabilidade. Para atender a esse perfil de consumidor, que vem crescendo a cada ano, a Kopenhagen Belém já conta com diversos itens da elogiada linha Soul Good em seu portfólio de Natal. Há panettones, bombons, tabletes de chocolates e produtos com mais fibra e zero lactose, glúten e açúcar. Confira essas e outras opções no perfil da marca no Instagram: @kopenhagenbelem.

Mais Liberal
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM COLUNAS E BLOGS