Mais Liberal

Sob coordenação do Departamento de Marketing do Grupo Liberal, versa sobre os temas relacionados à economia, negócios, tecnologia, comportamento e áreas afins. Publicação aos domingos, terças e quintas. A coluna recebe sugestões pelo e-mail maisliberal@oliberal.com.br.

Dia Internacional da Mulher, lançamento da Amazon no Brasil e Ulisses Campbell em Belém

Mais Liberal

Papo Liberal

Vânia Gato (Arquivo pessoal)

Em março, a Mais Liberal dedica as entrevistas de domingo exclusivamente a elas.

Neste, Dia Internacional da Mulher, conversamos com Vânia Gato, pediatra paraense e consultora internacional em aleitamento materno radicada em São Paulo e criadora do SOS Pediatra, perfil no Instagram com mais de 85 mil seguidores. Ela fala sobre maternidade, um tema presente na vida de muitas mulheres. E de muitos homens também. Confira!

Vânia Gato

Qual é a importância da paternidade ativa para o pai, a mãe e o bebê?
A paternidade ativa é fundamental para o pai estabelecer um vínculo de cuidados com seu bebê. Culturalmente, o pai ocupa o lugar de “provedor” e a mãe o lugar de cuidadora. Neste modelo, a mulher assume toda a cargas mental e física de cuidar de um bebê, o que leva a um desequilíbrio nessa criação. É importante que a rotina seja dividida e o bebê também reconheça o pai no lugar do cuidado. Isso equilibra tanto o relacionamento do casal quanto o relacionamento parental com a criança, que só tem a ganhar quando tem mais figuras de apego.

Nós últimos anos, tem se falado muito na humanização do parto. O que de fato seria a humanização?
Quando falamos em humanização consideramos a autonomia da mulher aliada à medicina baseada em evidências. É preciso saber que cada mulher tem uma história, um desejo, e, como profissionais, o que podemos dar é o acolhimento necessário junto à prática médica atualizada, evitando assim intervenções desnecessárias. Isso inclui no cuidado ao recém-nascido, que não deve ser afastado de sua mãe por protocolos hospitalares. 

Como surgiu o perfil SOS Pediatra?
O perfil surgiu em 2011, no Instagram, quando tive a ideia de criar conteúdos de pediatria para famílias, a partir da minha vivência no consultório. Foi uma maneira leve e divertida que encontrei de estudar e me atualizar, além de estar mais próxima das famílias de uma maneira menos tradicional.

Você esperava alcançar tantos seguidores? Como você avalia a interatividade com eles? É possível responder todas as dúvidas que surgem?
Não esperava, foi uma surpresa! Sempre tento responder a todos, porém muitos confundem e acabam querendo uma consulta médica. Aí esclareço que ali é uma página de orientações que não substitui a avaliação do pediatra.

Você acredita que as redes sociais podem aproximar mães e pais e promover uma rede de apoio? Por quê?  
Não só acredito como vejo esse movimento há muitos anos. No meu consultório, crio grupos de WhatsApp de famílias com bebês da mesma idade, para que troquem experiências em cada fase. Foi um acerto! Hoje, tenho mais de 20 grupos e vejo que essa troca dá mais leveza a essa fase de tantas angústias e preocupações.

A maternidade acaba se tornando um marco na vida das mulheres. É comum a insegurança no primeiro filho? 
Sim, a primeira viagem é sempre recheada de insegurança e culpa, mas também de muito amor e transformações. Tudo é novo, desconhecido. Com o tempo, mãe e bebê vão se conhecendo, criando intimidade e aí ela já vai reconhecer melhor as necessidades do filho. No segundo filho, costuma ser mais leve. Sempre digo que o segundinho(a) é sobremesa. É a oportunidade de viver a maternidade com mais leveza.

Você é uma das criadoras do Tindotetê, bloco de Carnaval de rua de famílias com bebês. Como foi a aceitação do público?
O tindô surgiu de um grupo de pacientes loucas por Carnaval, em São Paulo, que queriam cair na folia com os bebês. Organizamos tudo, fizemos marchinha, estandarte, contratamos bateria e foi um verdadeiro sucesso! Carnaval é para todos, até bebês!

Por que você optou por montar a Lumos? Qual é a missão do espaço? 
A Lumos surgiu da necessidade de um espaço para encontros presenciais entre as famílias no puerpério (0-2 anos de vida do bebê). Nossa missão é prestar atendimento transdisciplinar a essas famílias, além de oferecer grupos de apoio, palestras e oficinas com temas relacionados aos mil dias de vida dos bebês.

Qual a sua dica ou recado para os pais de primeira viagem?
Minha dica é: saiam de casa, conheçam outras famílias com bebês da mesma idade, troquem experiências, procurem sua nova tribo. “É preciso uma aldeia para criar uma criança” (autor desconhecido).

Alexa, temos novidade!

Alexa (Divulgação)

A Amazon anunciou o lançamento de um dispositivo que oferece novas possibilidades para o desenvolvimento de seu serviço de voz no Brasil. Com uma tela HD de oito polegadas e câmera integrada, o Echo Show 8 chega ao país por R$ 899. Mas até o dia 16 de março, pode ser adquirido a preço promocional e parcelado em até 12 vezes sem juros.  

Equilíbrio de gêneros

A Unilever, multinacional que atua há mais de 80 anos no Brasil, alcançou, globalmente, o equilíbrio de gêneros um ano antes do prazo estabelecido. As mulheres agora estão presentes em 50% dos cargos de gerência da companhia em toda a operação global. Em 2010, esse percentual era de 38%. O salto em representatividade feminina se deu em Supply Chain (cadeia de suprimentos), onde a presença masculina sempre foi maior. Agora, as mulheres preenchem 40% dos cargos gerenciais da área. Outros avanços se deram em Finanças (50%), Operações e Tecnologia (47%).

Equilíbrio de gêneros II

Para conseguir impulsionar a participação feminina no ambiente de trabalho, a Unilever tem incentivado a equidade de gênero no processo seletivo, ao praticar metas ambiciosas de Diversidade e Inclusão. Além disso, monitora a nomeação de líderes mulheres pela companhia. Políticas de gestão de pessoas mais flexíveis, como home office e job sharing, por exemplo, contribuem para aumentar a presença delas no ambiente corporativo.

Mulheres do Bosque

Até este domingo, o Shopping Bosque Grão-Pará realiza uma série de ações para celebrar o Dia Internacional da Mulher. Haverá palestras, atendimentos de beleza, aulas de dança e laborais, bate-papos, show musicais e exposição voltada para o empreendedorismo feminino. A programação será realizada no hall de entrada principal, de 10h às 22h.

Corrida da Mulher

Pelo Dia Internacional delas, a Unimed Belém realiza neste domingo, 8, uma caminhada no Parque do Utinga. A expectativa é reunir mais de 800 participantes alinhadas ao movimento nacional do Sistema Unimed, o Mude1Hábito, que busca ajudar as pessoas a manterem um hábito de vida saudável. Além de vivenciar uma manhã alegre, as mulheres podem doar 1 kg de alimento não perecível para ajudar instituições carentes da capital.

Lançamento

O jornalista e escritor paraense Ulisses Campbell já está em Belém para a noite de autógrafos de ‘Suzane, Assassina e Manipuladora’. O evento, que tem o apoio do Grupo Liberal e da Temple Comunicação, será realizado nesta quarta-feira, 14h, às 19h, hall social da sede do Grupo Liberal, na Av. Romulo Maiorana. A obra pode ser comprada com desconto, no site sympla.com.br, ou com valor normal na noite do lançamento oficial

Mais Liberal
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM COLUNAS E BLOGS