Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

CARLOS FERREIRA

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro. | ferreiraliberal@yahoo.com.br

SAF no Remo é questão em estudo

Carlos Ferreira

O Remo já negou a existência de proposta de 40 milhões de euros pela SAF (Sociedade Anônima do Futebol) do clube, anunciada pelo ex-jogador Leandro Rodrigues, que se diz representante de investidores árabes. Mas é fato que o Conselho Deliberativo do Remo formou uma comissão para estudar o tema.

Justamente porque está avançando no processo de saneamento financeiro e na estruturação físico-organizacional, o Condel do Remo monitorar o mercado e estudar a questão das SAFs para saber até que ponto vale a pena ou qual seria o melhor momento. Agora surge a fumaça da notícia de ontem, com ou sem fogo.

Paysandu mantém o silêncio

No Paysandu, nenhum aceno contra ou a favor de SAF no clube. O assunto só é tratado informalmente no clube, até pelo período pré-eleitoral. Certamente, no calor das disputas eleitorais, depois de julho, os candidatos vão se manifestar a respeito.

É muito importante que os clubes estejam atentos às possibilidades, à viabilidade, à confiabilidade dos interessados, aos modelos de negócio...  Em algum momento, propostas vão surgir e forçar o clube à tomada de decisão. O Figueirense, por exemplo, embarcou numa aventura em 2019 e sofreu um desastre. Agora, em outras circunstâncias legais, Cruzeiro e Botafogo servem de "cobaias" nessa arriscada virada mercadológica.

BAIXINHAS

* SAF é assunto na Tuna há mais de um ano, em tratativas do clube com Mariolino, ex-atleta do clube que virou empresário em Portugal e trabalha com investidores. Ele informou à coluna que estará em Belém na próxima semana.

* As tratativas de Mariolino sempre foram com a presidente Graciete Maués, que está licenciada enquanto preside a FPF. O presidente da Assembleia Geral da Tuna, Jacinto Csmpina, fez contato com a coluna e sentenciou: "Só avançaremos no assunto depois que o Mariolino nos apresentar toda a documentação necessária da empresa dele".

* Faltam 12 dias para o fechamento do prazo estipulado pela Justiça para a eleição presidencial da FPF. Como ainda não foi publicado o edital, vai se desenhando a intervenção do Judiciário na Federação.

* Desde 2015, Pipico fez 86 gols em 233 jogos por três clubes: Macaé, Santa Cruz e Madureira. Três desses gols ele fez contra o Paysandu, seu novo clube. Pipico fez um pelo Macaé em 2015 e dois pelo Santa Cruz em 2020.

* Depois do zagueiro Lucas Costa, agora o atacante Marcelinho que reencontra Márcio Fernandes no Paysandu. Eles trabalharam juntos ano passado no Londrina e venceram o duelo direto com o Remo contra o rebaixamento à Série C.

* Copa do Brasil sub 17. A goleada do Palmeiras por 7 x 0 no Remo mostra claramente a distância do trabalho de base feito no Pará para a base mais vitoriosa do continente, que é a do Palmeiras. Resta o jogo de volta, quarta-feira, para completar o intercâmbio. 

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CARLOS FERREIRA