Carlos Ferreira

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

Papão entre os quatro mais vazados da Série C

Carlos Ferreira

 Em nove jogos, o Paysandu tomou onze gols. Dos 20 clubes, só Imperatriz (16), Ituano (13) e Boa Esporte (13) tomaram mais gols que o time bicolor no campeonato. Esse dado tem grande relevância porque é o inverso do que caracterizou o Papão na Série C do ano passado e na fase pré-pandemia do Parazão. A produção ofensiva, porém, está em alta. Com 14 gols, o Papão lidera a artilharia junto com Santa Cruz, Ferroviário, Volta Redonda e Brusque.

Os números deixam claro o desafio mais urgente do técnico Matheus Costa: dar consistência ofensiva e equilíbrio ao time, que nas duas próximas rodadas vai encarar o líder Santa Cruz em Recife e o vice-líder Vila Nova em Belém. Na classificação do campeonato o Papão é o 5º colocado, três pontos abaixo do Ferroviário (4º), mas com os mesmos 11 pontos do Manaus (6º) e um ponto a mais que o Jacuipense (7º), sendo que o time baiano tem um jogo a menos, a cumprir na outra quinta-feira contra o Imperatriz.

Finalmente, Luz na lateral direita do Leão

Mineiro, 25 anos, Ricardo Luz está no seu primeiro time de grande torcida, tirando das trevas a lateral direita do Remo. É um jogador que chegou apagado e logo mostrou futebol para ser a solução tão procurada para a posição. Trata-se de um lateral com inteligência para jogadas táticas e cruzamentos precisos. Um “achado”, que veio do Santo André/SP, onde já era parceiro de Marlon. O tempo vai dizer, enfim, se é Luz de led ou de vela.

BAIXINHAS

* A rigor, Marquinhos Belém foi o último a fazer sucesso na lateral direita do Remo, em 2005. Lucas e Cicinho (2007), Nininho (2018, primeira passagem) e Levi (em algumas jornadas) merecem registro positivo. No mais, nomes opacos: George Lucas, Daniel Damião, Léo Rosa, Murilo, Cafu, Índio, Cláudio Allax, Endy, Gabriel Cassimiro, Michel, Geovane, Cesinha, Everton Castro.

* Todos os descontos para Rafael Jensen, Hélio e Djalma, que “quebraram o galho” na posição. E uma grande interrogação para Rony, o menino que parecia fadado ao sucesso, mas que preferiu brigar na Justiça por liberação. A questão se arrasta nos tribunais e, há um ano, Rony segue impedido de jogar.

* Emprestado pelo Paysandu ao Vitória até 2018, o meia Rodrigo Andrade, 23 anos, foi cedido pelo clube baiano ao CSA para a sequência da Série B. Rodrigo Andrade tem 67 jogos pelo Vitória, o último deles há 37 dias, contra o Confiança.

* Tendo pela frente o líder Santa Cruz e o vice-líder vice-líder Vila Nova nas duas próximas rodadas, o Papão está desafiado a reagir e ganhar moral. Se negar fogo, pode perder o rumo. Time o Papão tem para essa reação, mesmo com as ressalvas sobre o sistema defensivo, que não está confiável.

* Vice-artilheiro do recente Parazão com oito gols, pelo Castanhal, o atacante Pecel se apresenta hoje ao Inter de Lages, para  Série B de Santa Catarina. Vai jogar ao lado do ex-remista Michel Schmoller.

* Hoje, em Bragança, Bragantino x Tupy/ MG. Estreia de ambos na Copa do Brasil sub 20.

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CARLOS FERREIRA