Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

CARLOS FERREIRA

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro. | ferreiraliberal@yahoo.com.br

Leão Azul em ressaca de campeão?

Carlos Ferreira

Faça uma viagem na história e constate que, geralmente, o campeão paraense sofre com "ressaca" no campeonato brasileiro. Algumas exceções são o Paysandu de 2001 e 2002, e o Remo de 2003. Aí está o Leão campeão de 2022 vivendo desconforto neste começo de Série C, passando por troca de peças para se reajustar e sob cobrança para provar que é capaz de subir.

Na 12a posição, o Remo vai buscar espaço no G8 em jogo contra o Confiança, domingo, em Aracaju. Nos últimos cinco confrontos na capital sergipana o Leão arrancou cinco vitórias. Precisa muito da sexta consecutiva para resgatar o recente ambiente de lua-de-mel, ou para escapar da lua-de-fel.

Papão já deu a virada

Se doeu nos bicolores a perda do título estadual, a dor já passou. O time está numa sequência de boas atuações, desde a finalíssima do Parazão, alimentando a esperança dos mais exigentes e já empolgando os mais otimistas. O Papão já deu a virada.

A postura ofensiva, de proponente do jogo em Natal e em Mirassol, causou ótima impressão. Time intenso, com todos os sinais de organização defensiva e ofensiva. Mas isso não significa que esteja pronto. O Papão precisa e vai evoluir, mas terá que provar esse potencial a cada jogo no desempenho e mais ainda nos resultados.

BAIXINHAS

* Patrick Brey simboliza bem a ascensão do Paysandu. Ele cresceu de cotação e está surpreendendo na mesma proporção do time. É um atleta de 24 anos com titulo da Copa do Brasil pelo Cruzeiro de Felipão e breve experiência na Itália, agora em alta no Papão.

* Intervenção, por medida judicial, é o futuro da Federação Paraense de Futebol. Até 20 de maio teria que ocorrer a eleição presidencial, o que não deverá acontecer. A eleição da FPF já foi programada e impedida três vezes. Das três candidaturas originais restam duas: Paulo Romano e Ricardo Gluck Paul.

* Se no Remo, ano passado, Renan Gorne precisou de 44 jogos para fazer 9 gols, no Confiança ele já tem 11 gols em 15 gols nesta temporada. Domingo, ele estará em ação pelo time sergipano, que tem também o meia Adalto, destaque do Águia no recente Parazão.

* Legalizar o meia Albano é a questão mais urgente do Remo, na esperança de tê-lo em campo contra o Confiança. O nome do atleta deve surgir no BID da CBF ainda hoje, mas o prazo é até amanhã.

* Sentindo-se bem acolhido por Bragança, o Castanhal optou por seguir jogando a Série D no Diogão. É que o Modelão tem pendência de laudos, gramado sem condições de uso e obras prometidas que nunca começam.

* Nas últimas três edições da Copa do Brasil profissional, o Paysandu teve dois confrontos com o CRB e um com o CSA, ambos de Alagoas. O Remo teve um com o CSA. Hoje, na categoria sub 17, novamente Pará x Alagoas, com Remo x CRB, às 15 horas, no Baenão. 

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CARLOS FERREIRA