Carlos Ferreira

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

Bonamigo já comeu angu com mais caroço

Carlos Ferreira

Em 2000, Paulo Bonamigo recebeu o time azulino inteiro acima do peso, com salários atrasados, em pleno campeonato. Situação tão grave que o Remo correu risco de rebaixamento no Parazão. Trabalho árduo de Fernando Silva na recuperação física dos atletas. Trabalho exitoso de Bonamigo na organização tática. E o Leão caiu numa semifinal disputadíssima com o Paysandu, que foi campeão em decisão com o Castanhal. Na Copa João Havelange (campeonato brasileiro daquela temporada), Bonamigo conduziu o Leão à semifinal do módulo amarelo (2ª divisão), que deu acesso à elite nacional de 2001. A CBF, porém, tirou o Remo na marra. Um esbulho histórico! 

Considerando a experiência de 20 anos atrás, Bonamigo pode usar o dito popular e afirmar que “já comeu angu com mais caroço”. Desta vez, ele recebe o Leão com salários em dia e com a quarta maior pontuação do grupo na Série C, embora na 5ª posição. Antes de qualquer resultado, ele já recebe parabéns em Belém, como aniversariante. Hoje ele completa 60 anos.

Nicolas suspenso pela primeira vez, após 64 jogos

Em um ano e nove meses, 64 jogos pelo Paysandu, 59 deles integrais. Nicolas só ficou fora dos dois jogos da Copa Verde contra o Nacional/AM, poupado, quando o Paysandu optou por jogar com os reservas. Sem jamais ter desfalcado o Papão por lesão, Nicolas vira desfalque pela primeira vez. Suspenso por cartões amarelos, ele não joga sábado contra o Botafogo/PB, em João Pessoa. 

Autor de 25 gols e 15 assistências com a camisa bicolor, Nicolas é referência técnica da equipe, uma ausência a ser sentida, justamente na estreia do técnico Matheus Costa. 

BAIXINHAS

* Uilliam Barros nunca esteve tão bem cotado e nunca foi tão importante no Paysandu. Serão dele, sábado, as funções de Nicolas contra o Botafogo/PB, enquanto Elielton deverá ocupar o lado direito.

* Vinícius fora das entrevistas, por enquanto, como manda a legislação eleitoral. É que o goleiro remista candidatou-se a vereador de Belém.  Tem o desafio e a obrigação de desenvolver a campanha sem prejuízo do desempenho no futebol.

* Campeonato Brasileiro de Aspirantes irá de18 de outubro a 21 de janeiro, com participação do Paysandu. O Papão vai estrear contra o Red Bull Bragantino, em Bragança/SP.

* Patrick Carvalho, centroavante que está  vindo para o Remo, jogaria o Brasileiro de Aspirantes pelo Fluminense. Ele ainda não assinou súmula alguma este ano. Atacante Luan Ferreira e o meia paraguaio Júnior Britez também na agenda azulina.

* Liberação de público (30%) para o futebol é a polêmica do momento no país. Aos que alegam que praias, ônibus e comércio estão cheios de gente, lembremos que em nenhum desses ambientes os comportamentos são ditados pela emoção. Leão e Papão na expectativa de bilheteria no Re-Pa, dia 3 de outubro.

* Remo vai entrar em campanha pela segurança no trabalho. É uma contrapartida negociada com a Justiça do Trabalho pelo perdão de uma multa por descumprimento de um TAC de 2014, quando o clube se comprometeu a não atrasar salários por determinado período. No acordo, o clube resgata R$ 22 mil já pagos e deixa de pagar outra parcela.

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!