Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Pet Liberal

Por Rogério Politi

Coluna assinada por Rogério Politi, formado em 1988 pela Universidade Estadual Paulista ( UNESP- Botucatu). Sócio fundador da Clínica Veterinária São Francisco de Assis desde 1989. Analista de Crédito Rural no Banco da Amazônia durante 12 anos. Médico veterinário da Sesma, por 12 anos na área de vigilância sanitária e zoonoses.

Vou viajar e não tenho que deixar meu cão. O que faço?

Pet Liberal

Antes de deixar seu animal em hotéis para animais, veja algumas dicas:

1. Visite o local antes de deixá-lo para verificar as condições de higiene e segurança;
2. Verifique os hábitos do local. Os animais ficam soltos ou presos? Por quanto tempo? Qual o tamanho do local onde ficam confinados? O local é aberto ou fechado? Possui ventilação ou ar condicionado?
3. Verifique a periodicidade da limpeza das instalações, incluindo os canis, potes de comida e água e a limpeza da piscina, quando houver;
4. Certifique-se que o local não receberá animais agressivos ou antissociais;
5. O local deve exigir a carteira de vacinação do animal, atestando que todas as vacinas estão em dia;
6. Usar um bom produto ectoparasiticida, impedindo a infestação do animal com pulgas, carrapatos ou piolhos;]
7. Por mais que os locais ofereçam serviço veterinário, avise o seu médico de confiança que você está viajando e que qualquer emergência ele poderá ser avisado;
8. Alguns locais oferecem serviço de acompanhamento via internet o que pode ser um diferencial na hora da escolha;
9. A indicação de um serviço de qualidade, quando possível, é essencial.

OS MOTIVOS QUE LEVAM A AGRESSIVIDADE EM CÃES

Os cães são animais predadores que vivem em grupos familiares. Na matilha existe uma hierarquia. Para os cães, a hierarquia é obrigatória. A agressividade é normal para a matilha. Motivos principais que levam um cão a morder :
• Dor - Mordida como resposta a um estímulo doloroso. A mordida tem por objetivo acabar com o estímulo desagradável.
• Dominância - Morder para demonstrar superioridade àquele que está sendo mordido (pessoas ou outros animais). A agressão por dominância vai desde um simples rosnado até um ataque real. Para o cão, a família humana é a matilha – ele irá testar todas as pessoas que vivem com ele, exibindo comportamento dominantes.
• Instinto de caça - Perseguir e morder presas para comê-las. Os cachorros, atualmente, não precisam mais caçar para conseguir comida. Mas, o instinto permanece.
• Medo - Quando o cão está apavorado e alguém tenta pegá-lo – ele agride, morde, para afastar o que lhe parece uma ameaça. Todos os cães, sem exceção, mordem por medo.
• Comida - Comida escassa . O cão pode morder e rosnar para qualquer coisa que se aproxime no momento que está comendo. O líder da matilha é o dono da comida.
• Posse de objetos - Morder para defender uma posse, um brinquedo, etc.
• Defesa do território - O cão protege a propriedade. Quanto menor o território, com mais agressividade o animal irá protegê-lo. Um cão de guarda tem forte sentimento de ciúmes, senão não guarda nada. O cão considera que a casa, o quintal, são seus territórios. – a casa é a parte mais importante do território.

Pet Liberal
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!