Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

TSE dá 48h para presidente se manifestar sobre casos de discurso de ódio

O pedido foi ajuizado por um grupo de partidos políticos. A ação pede que seja fixada multa de R$ 1 milhão caso Bolsonaro promova novas manifestações nesse sentido.

Rayanne Bulhões

O presidente em exercício do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, deu um prazo de dois dias para o presidente Jair Bolsonaro se manifestar em uma ação sobre uma suposta propaganda eleitoral irregular e incitação à violência. O pedido foi ajuizado por sete legendas partifarias, são elas:  Partido dos Trabalhadores (PT), Rede Sustentabilidade, Partido Comunista do Brasil (PC do B), Partido Socialista Brasileiro (PSB), Partido Verde (PV), Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e Solidariedade.

De acordo com o grupo, as falas do presidente possui inúmeros exemplos, inclusive utilizando discursos com teor semelhante com ameaças ao Supremo Tribunal Federal, ao sistema eleitoral e à democracia e justificou que as ações “têm se tornado práticas igualmente violentas por seus seguidores”.

VEJA MAIS

Bolsonaro critica prazo de manifestação sobre acusação de incitação à violência
Pelas redes sociais, Jair Bolsonaro falou sobre a ida à Foz do Iguaçu (PR) e rebateu: “quem faz acusação é o pessoal de esquerda”. Presidente ainda prestou solidariedade à família do tesoureiro Marcelo Arruda, morto em um confronto durante uma comemoração de aniversário


Quase quatro anos depois, presidente Bolsonaro retorna a Juiz de Fora, onde levou facada
Ele desembarcou por volta das 9h na cidade e foi recebido por apoiadores

Segundo Moraes, como os pedidos envolvem “relevantíssimas consequências” é necessário ouvir o presidente sobre as imputações feitas pelos partidos.

Bolsonaro vai ao Congresso promulgar a PEC dos Benefícios Sociais e elogia 'parceria'
Em discurso, presidente fala em deflação após redução do ICMS nos combustíveis

A ação pede que seja fixada multa de R$ 1 milhão caso Bolsonaro promova novas manifestações nesse sentido.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL