Quatro pessoas morrem após explosões em empresa de gás

Três eram funcionários que trabalhavam no setor operacional e a quarta vítima era um cliente

Agência Estado


Uma explosão em uma empresa especializada em comércio e distribuição de gás deixou ao menos quatro mortos e três feridos em Boa Vista, capital de Roraima. Três dos mortos eram funcionários da empresa Oxigênio Centro Norte e um era um cliente que estava no local no momento do acidente.

As vítimas já foram identificadas, mas os nomes não foram divulgados pelo Instituto Médico Legal.

As causas das explosões ainda são investigadas, mas, no momento em que a primeira vítima fatal foi identificada, os funcionários estavam fazendo recarga de cilindro de gás.

Segundo o Corpo de Bombeiros, três explosões ocorreram na empresa. E foram sentidas por vários quilômetros de distância. Por causa do risco de novas explosões, as ruas foram interditadas no entorno e a energia de seis bairros nas proximidades foi cortada.

O coronel do Corpo de Bombeiros, Jean Claudio de Souza Hermógenes, informou que a medida foi tomada por causa da presença de cilindros de acetileno, produto altamente inflamável e perigoso em caso de aquecimento. "Moradores das proximidades da empresa informaram que há vários dias sentiam um cheiro forte de gás. Se o Corpo de Bombeiros tivesse sido comunicado sobre o odor, teria ido ao local para verificar e tomar as devidas providências", disse o coronel.

A empresa, que é familiar, está prestando apoio às famílias das vítimas, mas ainda não se pronunciou oficialmente sobre o acidente.

A Secretaria de Saúde montou uma estrutura com mais de 40 profissionais para atender as vítimas do acidente.
 

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BRASIL