Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Polícia pede prisão e indicia Dr. Jairinho e Monique por homicídio com tortura

Com a conclusão das investigações, inquérito será encaminhado ao Ministério Público

Com informações do Uol

A Polícia Civil do Rio concluiu na tarde desta segunda-feira (3) a investigação envolvendo o assassinato do menino Henry Borel, morto na madrugada de 8 de março. O inquérito será encaminhado nas próximas horas ao MP-RJ (Ministério Público do Rio).

Leia mais:

Caso Henry: Comissão aprova denúncia e Jairinho pode ser cassado até julho

Em nova carta, Monique Medeiros pede perdão ao pai de Henry

Os investigadores pedem à Justiça a prisão preventiva do vereador Dr. Jairinho (sem partido) e da professora Monique Medeiros, padrasto e mãe da criança. Eles foram indiciados pelo crime de homicídio duplamente qualificado — com emprego de tortura e recursos que dificultaram a defesa da vítima.

Jairinho e Monique estão presos desde 8 de abril por suspeita de atrapalhar as investigações e ameaçar testemunhas.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL