Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Número de casos de surto de lesões e coceira na pele cresce para 105

Até a última semana, 79 casos haviam sido registrados na Secretaria de Saúde

O Liberal

O surto de lesões e coceiras na pele segue crescendo e sendo monitorado pela Secretaria de Saúde (Sesau) de Recife. Até o último domingo (21), foram notificados 105 casos na cidade, uma quantidade relativamente maior da computada até sexta-feira (19), que tinha 79 casos registrados. As informações são do NE 10. 

Conforme a secretaria, o aumento é esperado, pois as redes de saúde estão se atentando aos sintomas. "Ainda é necessário aguardar resultados de alguns exames laboratoriais dos casos e da análise de ácaros e mosquitos capturados para que seja possível apontar conclusões. Nesta semana, uma nova reunião entre os especialistas deve ser realizada", disse a Sesau.

VEJA MAIS

Surto de coceira na pele é investigado por Secretaria de Saúde Ao todo, 79 pessoas, entre 2 e 96 anos, apresentaram as lesões e coceira na pele

Belém registra surto de malária na Vila da Barca Prefeitura instalou um posto no local em busca de pessoas com sintomas, realizando exames de sangue e promovendo ações educativas

Segundo o médico infectologista Demétrius Montenegro, os casos não têm um padrão específico e isso acaba por dificultar as investigações. "A variabilidade das lesões é grande. Por isso, identificar a causa não é simples. Mais de 80% das pessoas acometidas apresentam apenas lesões de pele e coceira, uma pequena parcela relata febre. Isso pode levar a uma superposição de diagnóstico, o que dificulta a investigação", explica. 

Inicialmente, foram computadas cinco crianças com lesões cutâneas e coceiras no Córrego da Fortuna e no Sítio dos Macacos, bairros da zona Norte de Recife. Porém, os casos foram crescendo e sendo identificados em outras regiões da cidade. Um alerta epidemiológico foi emitido para que todas as unidades de saúde notificassem qualquer suspeita semelhante. A Secretaria de Saúde segue em avaliação para identificar as causas do surto.

Palavras-chave

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL