Mulheres protagonizam barraco em bar do Leblon e caso viraliza nas redes

O que era para ser o encerramento de um dia de lazer acabou em confusão em frente a um dos mais tradicionais redutos do Rio de Janeiro

Redação Integrada (Com informações do portal Metrópoles)

Uma briga entre duas mulheres ocorrida na noite da última sexta-feira, 25, em frente a um tradicional bar do Leblon, no Rio de Janeiro, foi parar nas redes sociais e se tornou um dos assuntos mais comentados neste fim de semana. Duas mulheres que trocavam beijos no banco de trás de um conversível que passava em frente ao estabelecimento foram alvo de ofensas e atingidas por um objeto arremessado por uma cliente que estava na companhia de amigos no mesmo local. Uma das mulheres que estavam no carro desceu e foi tirar satisfações, dando início à confusão.

O incidente ocorreu por volta das 20h, quando os amigos Wilton Vacari, Scheila e Priscilla Dornelles passeavam de carro na volta de um passeio de barco. As amigas, que estavam apenas de biquíni, rebolavam e trocavam beijos no banco de trás do conversível. Ao passarem em frente a um bar Scheila foi atingida por um objeto atirado pela arquiteta Aline Araújo, que bebia em companhia de amigos. Sheila então desceu do carro e foi até a mesa onde estava Aline, revidando o ataque e retornando em seguida para o veículo, mas foi perseguida pelo namorado da arquiteta, que ainda conseguiu arrancar a parte de cima de seu biquíni antes que o amigo que estava no volante desse a partida.

A arquiteta Aline Araújo chegou a publicar um vídeo no Instagram em que chamada Scheila e Patrícia de “moças da vida", mas pouco depois apagou as postagens (Reprodução Instagram / @amearquitetura)

Scheila seria uma empresária do ramo da estética que possui clínicas do Rio e em Curitiba. Costuma usar as redes sociais para mostrar fotos de viagens, em praias e na Europa, e também de seus treinos. Solteira, ela tem uma filha de oito anos. Já Priscila Dornelles, de 24 anos, é gaúcha e estaria no Rio a passeio. A moça é estudante e trabalha em um aplicativo de lives. Igualmente solteira, ela declarou que gosta de homens, mas "de vez em quando dá uns beijos em mulheres".

Wilton Vacari declarou que os vídeos que estão circulando na internet chegaram aos seus grupos de trabalho e estão manchando sua imagem perante a a empresa (Reprodução Instagram)

As duas defendem que foram  algo de ofensas proferidas por Aline Araújo, que também teria jogado água na direção delas. A arquiteta se defende e diz que se sentiu ofendida pelo comportamento inadequado das moças. “Foi a cena mais grotesca que já vi na vida. Estava com minha família no bar. Se fosse de madrugada, acho que todos relevariam, mas oito da noite é atentado ao pudor. Elas se beijavam, botavam o peito para fora. O motorista beijava as duas e a barriga delas até quase as partes íntimas. Joguei água no impulso, revoltada com aquilo”, contou.

;

Mais tarde, Aline chegou a publicar um vídeo no Instagram em que chamava Scheila e Patrícia de “moças da vida que estavam sendo pagas para fazer aquilo ali” e acusado Sheila de também estar “drogada”. Ao perceber que poderia até ser processada por elas, apagou os vídeos, mas as imagens já haviam ganhado a web.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

@leodias @alfinetei @jovempannews @vampetaoficial @recordtvoficial @hugogloss

Uma publicação compartilhada por Scheila (@schegmack) em

 

Priscilla Dornelles deixou claro que vai, sim, processar a arquiteta por calúnia. "O que ela fez foi difamação. Não sou garota de programa e nem a Scheila. Will não nos contratou, ele é nosso amigo. Estávamos nos divertindo. Passamos a tarde andando de barco e na volta para casa resolvemos passar para ver o movimento naquela rua. Vou entrar com um processo por calúnia e difamação.”

 

O dono do conversível, Wilton Vacari, disse que sua intenção é tomar a mesma medida. “Só pra constar, sou engenheiro da Petrobras concursado, não pago mulher, minhas amigas são mulheres que trabalham, e se sustentam, não banco ninguém porque não preciso disso. Os vídeos estão circulando nos meus grupos de trabalho e isso mancha minha imagem perante a minha empresa. Vou processar a arquiteta e o homem covarde que agrediu Sheila dentro do meu carro. Fui lesado. Até minha avó recebeu esses vídeos”.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BRASIL