Mulher tenta fazer selfie com arma de CAC e morre com tiro na cabeça

A vítima chegou a ser socorrida em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos e morreu

Luciana Carvalho

Uma mulher de 36 anos, morreu nessa segunda-feira (21), após atirar contra a própria cabeça. No momento do disparo, ela tentava fazer uma selfie com a arma de seu amigo que tem registro de Caçador, Atirador e Caçador (CAC). As informações são do portal Metrópoles.

Eva Cristina Dias tinha recebido uma carona do amigo Felipe Teodoro Gomes, 30 anos, que mora em Rio Claro, no interior de São Paulo. O tiro ocorreu quando Eva estava em frente à sua casa, na madrugada de domingo (20).

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), a vítima do disparo chegou a ser socorrida em estado grave em um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

VEJA MAIS

Pai mata o próprio filho após disparo acidental
Segundo a polícia, o autor do tiro tem registro de CAC e porte arma

Criança mata o primo com disparo acidental ao manusear arma do pai em Moju
Pai do menino que fez o disparo vai responder por posse ilegal e negligência no uso de arma de fogo

Homem em situação de rua morre após suposto disparo acidental de arma caseira em Belém
O corpo foi encontrado na tarde desta quarta-feira (03), no Tenoné

Prisão em flagrante

A Polícia Militar foi chamada para atender uma ocorrência de disparo de arma de fogo acidental. No local, apuraram que Eva tinha disparado uma pistola taurus, calibre 9mm, contra a própria cabeça.

O dono da arma foi preso em flagrante ainda na madrugada de domingo (20) por porte ilegal de arma de fogo. Ele apresentou a documentação da arma e comprovou ser CAC. No entanto, foi levado para a delegacia por não ter porte para 9mm. A arma foi apreendida, já Felipe foi indiciado e liberado após pagamento de fiança.

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Araras como porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e lesão corporal.

(Luciana Carvalho, estagiária da Redação sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política).

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL