Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mais da metade de hamburguerias comprava carne de cavalo

Vigilância Sanitária vai fazer varredura em estabelecimentos após operação do Ministério Público

O Liberal

Uma lista com 17 nomes de hamburguerias foi encontrada pelo Ministério Público durante operação coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) – Segurança Alimentar, que desarticulou na manhã dessa quinta-feira (18) esquema de venda clandestina de carne de cavalo para hamburguerias de Caxias do Sul, na Serra Gaúcha. As informações são do GZH.

Bifes de carne de cavalo eram vendidos como carne de gado para hamburguerias Muitos animais eram furtados de carroceiros e sacrificados em abatedouro clandestino

O Ministério Público aponta que os estabelecimentos listados compravam produtos clandestinos da organização criminosa que vendia carne de cavalo como sendo de gado, lesando a saúde públicas, enganando os consumidores.

O promotor Alcindo Bastos, que coordena o Gaeco, ficou preocupado com a informação, recebida extraoficialmente de proprietário de hamburgueria investigado, de que 60% das hamburguerias caxienses compravam carne do grupo clandestino desarticulado.

Agora, a Vigilância Sanitária vai fiscalizar as hamburguerias da cidade para identificar a procedência e boas práticas das carnes adquiridas pelos estabelecimentos.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL