Hospital Sírio Libanês afasta 104 funcionários com coronavírus

Afastamento será por 14 dias após testarem positivo para a Covid-19

Com informações do G1

O Hospital Sírio-Libanês em São Paulo afastou 104 funcionários por 14 dias após testarem positivo para o novo coronavírus.

Segundo a assessoria da instituição, assim que os colaboradores apresentaram os primeiros sintomas, fizeram o teste e deixaram de exercer suas atividades.

Ainda de acordo com o hospital, os funcionários são de diversas áreas que têm contato direto com pacientes, entre elas, enfermaria, limpeza, recepção e manutenção.

O estado de São Paulo possui 98 mortes e 1.451 casos confirmados, segundo balanço do Ministério da Saúde divulgado neste domingo (29).

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BRASIL