Ex-presidente da Americanas diz que descobriu rombo bilionário nos 9 dias em que esteve no cargo

Sergio Rial renunciou ao posto após divulgar erro bilionário nos balanços da empresa varejista

Emilly Melo
fonte

O ex-presidente da Americanas, Sergio Rial, afirmou que descobriu o rombo bilionário nos nove dias em que comandou a rede varejista. Apesar da passagem meteórica de Rial pela empresa, ele fez uma postagem no LinkedIn sobre o assunto, na terça-feira (17). 

VEJA MAIS

image Mesmo com inconsistências, executivos das Americanas acumularam R$ 700 milhões em uma década
Valor inclui salários, bônus de desempenho e pagamento em ações ou opções

image Em rombo da Americanas, empresa deve R$ 2,4 bilhões ao BNDES
Estatal, no entanto, não é credor direto da empresa endividada, e disse não estar exposta a qualquer risco

image S&P rebaixa classificação de crédito das Americanas
A empresa admitiu na semana passada que suas dívidas podem chegar a R$ 40 bilhões

A descoberta aconteceu depois de conversas com diretores da empresa assim que chegou. “Coube-me, como executivo-líder, primeiro entrevistar executivos remanescentes, questionar e entender quaisquer preocupações e novas perspectivas”, escreveu.

“Nessas conversas, informações e dúvidas foram compartilhadas e com o natural aprofundamento para entendê-las e dar-lhes direcionamentos conjuntamente com o novo CFO, Andre Covre, chegamos ao quadro do fato relevante com transparência e fidedignidade! Quaisquer especulações ou teorias distintas disso são leviandades. Eu jamais transigiria com a minha biografia”, publicou Sergio Rial.

Rial assumiu o posto na varejista em 2 de janeiro deste ano, após deixar a presidência do banco Santander, que chefiava há sete anos. Ele anunciou a saída da empresa no dia 11, em um comunicado divulgado ao mercado que informou sobre a descoberta do erro de lançamentos nos balanços da Americanas, por anos, da ordem de R$ 20 bilhões.

VEJA MAIS 

image BTG e Bradesco estão entre bancos mais expostos à crise das Americanas
Na semana passada, as Americanas revelaram que foram detectados R$ 20 bilhões em "inconsistências contábeis"

image Crise: Veja o que pode acontecer com os 44 mil trabalhadores das Americanas
As Americanas têm 44 mil funcionários, sendo 85% permanentes e 15% temporários

image Deputado protocola pedido de CPI do caso Americanas
O objetivo é apurar possíveis irregularidades na Lojas Americanas , que declararam "inconsistências contábeis" de R$ 40 bilhões

O diretor financeiro, Andre Covre, que entrou na empresa no mesmo dia que Rial, também assinou e anunciou a renúncia ao cargo no mesmo comunicado.

Rial também afirmou que entendeu o momento como “uma necessidade premente de correção de rota” e disse que decidiu por sua saída por conta do entendimento da necessidade de abrir espaço para que a empresa pudesse se reestruturar de um ponto de partida totalmente distinto do que ele esperava encontrar.

(*Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Elisa Vaz, repórter do Núcleo de Política)

Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL