Ex-modelo e ‘guru’ paraense Kat Torres está presa no Brasil

Polícia federal investiga crimes ligados a tráfico internacional de pessoas e prostituição. Suspeita foi levada à Penitenciária Belo Horizonte I, em Minas Gerais

O Liberal
fonte

A ex-modelo paraense Katiuscia Torres Soares, de 34 anos, conhecida como Kat Torres ou Kat A Luz, foi presa no Brasil, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido contra ela pelo juiz Rodrigo Boaventura Martins, da 5ª Vara Federal Criminal de São Paulo. Kat responde pelo crime de reduzir pessoas a condições análogas à escravidão e está detida no Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto, na Penitenciária Belo Horizonte I, em Minas Gerais, desde o último sábado (19). As informações são do Portal O Globo.

Vivendo nos Estados Unidos há alguns anos, a ex-modelo começou a oferecer consultas espirituais e de "bruxaria" pela internet, prometendo dinheiro, sucesso e até a pessoa amada por meio de rituais e hipnotismo. A Polícia Federal investiga, além do charlatanismo, indícios de que a seita exótica, da qual ela se diz líder, poderia ser uma nuvem de fumaça para o cometimento de crimes graves, ligados a tráfico internacional de pessoas e prostituição.

O processo ainda está em fase policial e o inquérito corre sob sigilo na superintendência da Polícia Federal de Minas Gerais, que não se posiciona oficialmente. O caso também vem sendo acompanhado pelo Ministério Público Federal (MPF), que já ouviu diversas mulheres brasileiras que dizem ter sido vítimas de Katiuscia. Elas citam extorsão, falsas promessas para convencê-las a ir aos EUA, além de prostituição.

VEJA MAIS

image Guru Kat Torres tem prisão preventiva decretada pela justiça brasileira 
Determinação assinada pela 5ª Vara Federal Criminal de São Paulo foi publicada na quinta-feira (17)

image Ex-clientes afirmam que Kat Torres propunha relacionamentos com americanos em troca de dinheiro
Guru espiritual, influenciadora digital e ex-modelo paraense está no centro de uma série de acusações, que vão de estelionato a tráfico humano

image Caso Kat Torres: Yasmin Brunet diz que chorou após falsas acusações de tráfico de pessoas
"Eu achei que eu nunca conseguiria limpar meu nome”, disse a modelo ao "Fantástico"

image Kat Torres: vítimas relatam como a paraense atuava: ex de volta, banhos para riqueza e prostituição
Autodenominada “bruxa”, Kat Torres atuava como uma espécie de guru de uma seita que prometia várias coisas as vítimas

image Kat Torres: veja o que se sabe sobre o caso de Kat Torres, Letícia Maia e Desirrê Freitas
Brasileiras foram presas nesta semana nos EUA; Família acreditava que jovem do Sul de MG estava desaparecida

Também foi expedido pela Justiça Federal um mandado de busca e apreensão contra a coach. Houve ainda a quebra de sigilo telefônico, de dados telemáticos de aparelhos, e documentos pertencentes a ela.

Kat Torres começou a ser investigada depois que uma jovem brasileira foi aos Estados Unidos se encontrar com a “guru” paraense e deixou de fazer contato com a família, que procurou as autoridades. O caso veio à tona e gerou grande repercussão na internet, com brasileiros cobrando informações sobre Letícia Maia Alvarenga, de 21 anos, e Desirrê Freitas, de 26, atraídas aos EUA por Kat Torres.

As duas continuam presas na Georgia (EUA), em presídio da Polícia de Imigração americana. Há expectativa de que nos próximos dias aconteça uma audiência com o setor de imigração e as famílias almejam que elas voltem deportados ao Brasil o mais breve possível. Para os familiares, elas são vítimas da ex-modelo.

Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL