Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Engenheiro é preso suspeito de matar e concretar corpo de mulher na própria casa

O homem chegou a ajudar a polícia a procurar a educadora, que não foi mais vista após entrar em casa

Paula Figueiredo

Um engenheiro identificado como Jessé de Souza Cunha foi preso em flagrante, na última quarta-feira (18), após ser acusado de assassinar e concretar o corpo da mulher, a professora Ana Júlia Alvarenga. O homem chegou a ajudar a polícia a procurar a educadora, que foi vista pela última vez na segunda-feira (16), descendo do ônibus e entrando na própria casa

VEJA MAIS

Corpo de mulher que estava desaparecida é encontrado concretado em parede
Até o momento, dois homens foram presos pela autoria do crime

Homem é preso por matar namorada e dormir com o cadáver da vítima por uma semana
O homem suspeito de matar a mulher teria praticado o crime para se vingar de uma traição

Ao sentirem falta de Ana Júlia, seus parentes e a polícia contaram com a ajuda do suspeito para procurar a mulher. Ele foi, inclusive, até a 58ª DP para registrar o desaparecimento. Durante as investigações, a equipe decidiu a checar as câmeras de segurança do trajeto que a vítima fazia ao sair do trabalho e a avistaram descendo do ônibus e entrando em casa, onde não saiu mais.  

O corpo concretado em um cômodos da casa, que estava em obras, foi achado quando os agentes chegaram à residência do casal para fazer as investigações. Jessé Cunha vai responder pelos crimes de feminicídio e ocultação de cadáver

(Estagiária Paula Figueiredo, sob supervisão de Tainá Cavalcante, editora web de OLiberal.com)

Palavras-chave

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL