Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Duas crianças de 1 e 2 anos morrem afogadas na piscina da casa de uma delas

Polícia Civil instaurou inquérito para apurar as circunstâncias do ocorrido

O Liberal

Duas crianças morreram afogadas, na noite desta quinta-feira (15), em Manaus, no Amazonas. As vítimas, um menino de 2 anos e uma menina de 1 ano, estavam tomando banho na piscina da residência de uma delas, de acordo com as declarações prestadas pelas mães e que constam no Boletim de Ocorrência (BO) registrado na Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) . As informações são do G1 Manaus.

VEJA MAIS

Pará registra 116 mortes por afogamento nos primeiros nove meses de 2021
O mês de maior incidência foi julho, período das férias escolares, com 18 ocorrências

Criança de 2 anos cai em piscina e morre afogada
Pais disseram aos socorristas que não sabiam dizer quanto tempo a criança permaneceu na piscina até ser encontrada

Menina de 3 anos morre afogada em rio no nordeste do Pará
A criança estava nas águas do rio Ipixuna ao lado dos pais quando desapareceu e foi localizada minutos depois, desacordada

Criança de três anos morre afogada em piscina de resort, em Salinas
Vítima ainda chegou a ser socorrida e levada para um hospital local, mas não resistiu

O caso ocorreu por volta das 21h20 em uma casa na rua Barão de Indaiá, bairro Flores, Zona Centro-sul de Manaus.

A delegada Joyce Coelho titular da unidade especializada, informou que um Inquérito Policial (IP) foi instaurado para apurar as circunstâncias do ocorrido e mais informações não poderão ser repassadas para não atrapalhar os trabalhos policiais.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL