Detetive chama reforços para flagrar traição de esposa ‘espertinha’

Marido desconfiou de infidelidade por conta do comportamento e das roupas que a mulher usava

Emilly Melo
fonte

Um detetive, com mais 18 anos de carreira e 7 mil casos, relatou ao Uol um dos casos difíceis que atendeu. Sérgio Barros apelidou a mulher de "a espertinha", após o marido o procurar para solicitar uma investigação de infidelidade. Com informações do Uol.

VEJA MAIS

image Como Shakira e Piqué: Detetive revela valor para investigar casos de traição
Foi revelado que a cantora contratou uma agência de detetives para confirmar que estava sendo traída

image Casal viraliza com trabalho de flagrar maridos que 'pulam a cerca'; entenda
O casal teve a ideia ao buscar um renda extra para as despesas do casamento, que será em julho. O jovem trabalha investigando traições

image Menino troca fofoca por prêmio e revela traição do pai
Garoto contou que a mãe não sabia que o pai tinha um caso com a madrinha

O marido afirmou que sabia os dias em que as traições aconteciam devido ao comportamento dela e pelas roupas que ela usava. “Até que ligou avisando: 'é hoje, ela já se arrumou toda, se perfumou e vestiu lingerie sexy’”, disse o detetive.

No primeiro dia, eles a seguiram em um shopping de Brasília (DF). Ela ficou mais de duas horas rodando as lojas, experimentando roupa, mas não comprava nada. No começo, eles pensaram que isso fazia parte da rotina dela, até que, de repente, ela desceu até o subsolo e entrou em um carro.

“Como não esperávamos e já que temos de manter uma certa distância da investigada para não levantar suspeita, perdemos o flagrante dela entrando no carro. Ainda assim, registramos a placa do veículo. Esperamos ela voltar, pois havíamos estacionado o carro ao lado do dela, mas a mulher provavelmente deve ter descido em uma das entradas do shopping e ido andando até o estacionamento [não deu para saber de onde ela vinha]”, contou Sérgio. 

Na segunda tentativa, eles estavam dispostos a desmascarar a esposa. Sérgio ligou para três investigadores que trabalham com ele e a seguiram. Eles cercaram três saídas do shopping. Nisso, ela foi para a quarta saída e pegou um carro de aplicativo. 

“Eu e os investigadores já estávamos chateados. Virou uma questão de honra pegar essa ‘espertinha’. Chamei mais um reforço para ajudar na terceira vez. Coloquei quatro investigadores de moto, um em cada entrada do shopping, e ficamos em dois na cola dela”, disse o detetive Sérgio Barros.

Quando a mulher chegou ao destino, já havia um investigador na moto a esperando. Ele avisou todo mundo e foram quatro motos e um carro seguindo a infiel. “Filmamos tudo: ela entrando no carro, todo o trajeto até o motel. Conseguimos até entrar na baia onde o carro em que ela entrou estacionou no motel. Também conseguimos mostrar ela saindo do motel, filmando por meio do para-brisa, quando ela abriu a porta do carro. Não faltaram provas.”

Quando Sérgio contou das dificuldades de fazer o flagrante ao marido, ele disse que sabia que seria difícil. “No final ele agradeceu por tudo e chorou feito uma criança quando viu as imagens. Depois, contou que se separou dela", disse o detetive.

(*Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Hamilton Braga, coordenador do Núcleo de Política)

Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL