Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Covid mata mãe e filha com intervalo de apenas um dia

Raquel Cristina tinha 35 anos, e a filha, Amanda, 18; sintomas se agravaram rapidamente

Redação Integrada com informações do Metrópoles

Uma tragédia se abateu sobre uma família em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. Raquel Cristina de Lima, 35 anos, que era vendedora, morreu na terça-feira (8) por complicações decorrentes da covid-19. A filha dela, a estudante Amanda Cristina de Lima, de 18 anos, morreu no dia seguinte, na quarta (9), também vítima da doença.

O marido de Raquel, Antônio Carlos Nunes da Silva, disse que a doença se agravou rapidamente na mulher e na enteada.

Com os sintomas mais agudos, as duas foram internadas no começo da semana. Segundo Antônio, Amanda foi atendida inicialmente no Polo da Treze de Maio, mas não preferiu deixar a unidade, assinando um termo de responsabilidade para ser liberada.

Na segunda (7), porém, Amanda piorou, e ela foi para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Norte, onde morreu. De acordo com Silva, mãe e filha eram hipertensas e tomavam medicamentos para controlar a doença crônica.

“Elas vão fazer muita falta. Fiquei por 16 anos com a Raquel e tenho um filho de 11 anos com ela para cuidar”, desabafou o marido.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL