Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Covid-19: 90% dos internados nas UTIs do DF são pessoas não vacinadas ou com imunização incompleta

A ocupação de leitos adultos de UTI-covid chegou a 100% no início da tarde desta terça-feira

O Liberal

Nesta terça-feira (25), o Distrito Federal registrou 10,6 mil novos casos de infecção pelo novo coronavírus. Segundo a Secretária de Saúde do Estado, há 57 pessoas internadas em unidades de terapia intensiva (UTIs) na rede pública, onde a maioria dos pacientes tem de 50 a 75 anos e cerca de 90% deles não se vacinaram ou estão com a imunização incompleta. Na capital do País, 200 mil pessoas estão nessa condição. As informações são do portal Correio Braziliense.

Entre segunda (24) e terça-feira (25), o DF registrou 10.697 casos e quatro mortes. No total, são 579.130 infecções e 11.147 óbitos confirmados desde o início da crise sanitária. Com a atualização, a média móvel de casos chegou a 5.490, o que indica um aumento de 154,85% em relação aos 14 dias anteriores. A media de vítimas da doença está em três, valor 50% maior quando comparado com o mesmo período.

A ocupação de leitos adultos de UTI-covid chegou a 100% no início da tarde de ontem. Por volta das 15h, a taxa caiu para 93,22%, quando, dos 73 leitos, 57 tinham pacientes, seis estavam vagos e 10, bloqueados (nomenclatura usada quando, no momento, o leito está sendo preparado para receber novo paciente, passando por desinfecção ou com manutenção em algum equipamento).

O governador do Estado, Ibaneis Rocha (MDB), manifestou preocupação com o atual cenário da crise sanitária. "Nós chegamos à terceira onda da pandemia. Ninguém aguenta mais isso", declarou o chefe do Executivo.

Vacinação

Segundo a Secretaria de Saúde, o DF tem 200 mil pessoas acima de 12 anos sem o registro de início do ciclo vacinal contra a covid-19. Em relação à segunda dose, são cerca de 140 mil pessoas acima de 12 anos que estão aptas a receber, mas que não foram às unidades de saúde em busca do imunizante. Além disso, cerca de 370 mil pessoas não retornaram para aplicação do reforço.

Atualmente, a campanha de vacinação atende crianças de 5 a 11 anos, com e sem comorbidades. O DF foi a unidade da federação que vacinou a maior porcentagem do público infanto-juvenil.  De acordo com dados da secretaria, 12,09% desse grupo recebeu a primeira dose. Na capital federal, vivem 268.208 meninos e meninas entre 5 e 11 anos, e a primeira dose foi aplicada em 32.427.

Nessa terça-feira, o Ministério da Saúde enviou mais 23,5 mil doses infantis da Pfizer/BioNTech, que estão na Rede de Frio do DF e serão distribuídas na manhã de hoje, antes da abertura dos pontos de atendimento, para dar continuidade à vacinação das crianças, principalmente as de 5 anos, uma vez que aquelas com 6 anos ou mais podem receber o imunizante da CoronaVac.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL