Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Como soltar pipa? Veja as manobras e entenda por que cerol é crime

Confira algumas orientações para se manter em segurança durante a brincadeira

Maiza Santos

As brincadeiras de soltar pipas, ou papagaios - como é muito conhecida - causaram mais de 1.300 interrupções de energia no Pará, somente nos primeiros meses de 2022. No entanto, a preocupação vai além dos prejuízos materiais - caso algum eletrodoméstico seja danificado com as quedas de energia. O que também deixa as autoridades em alerta são os acidentes que ocorrem, tanto com quem está “empinando”, quanto com as pessoas que estão ao redor e podem ser afetadas. 

VEJA MAIS

VÍDEO: Homem empinando pipa é arrastado e erguido a 12 metros de altura por vento forte
O registro foi feito por um grupo de amigos que acompanhava o rapaz durante a brincadeira

Adolescente morre após cair de laje enquanto soltava pipa
O garoto despencou da altura de dez metros

Linha de pipa com cerol mata motoqueiro na Nova Marabá
A vítima chegou a ser atendida, mas não resistiu ao ferimento

Uma das principais orientações para quem gosta de soltar pipas é fazer isso longe de rede elétrica, em locais livres onde não exista nenhum tipo de cabo de energia. Essa dica é importante devido um registro de mais de 8.959 ocorrências de danos na fiação elétrica, em 2021. Apesar da diversão, a brincadeira de empinar pipa pode ser muito perigosa, se não for levada a sério e feita com devidos cuidados.   

Quais são os principais riscos ao soltar pipas?

A brincadeira de empinar pipa pode ser perigosa, tanto para o quem brinca, quanto para pedestres e, principalmente, ciclistas e motociclistas. Entre os principais riscos listados pela Equatorial Energia estão:

  • Interrupção do fornecimento de energia elétrica, que ocorre devido o rompimento dos cabos pelas linhas que usam cerol;
  • Pipas enroscadas nas redes elétricas podem provocar desgastes nos fios e levar a curtos-circuitos; 
  • A tentativa de resgatar uma pipa enroscada na fiação pode provocar choque de até 13.800 volts.

Quais os riscos do cerol ao empinar pipa?

O uso do cerol (mistura de cola, limalha e vidro moído) ou da “linha chilena” é considerado crime - segundo o Código Penal Brasileiro capitulado nos artigos 129, 132 e 278, e o artigo 37 da Lei das Contravenções Penais. Além disso, ela também pode provocar:

  • Curtos-circuitos e choques: devido a limalha de ferro, um dos componentes presentes na formulação do cerol;
  • Cortes em ciclistas, motociclistas e a população em geral: o alto teor cortante desse tipo de linha pode provocar sérios acidentes.
  • Mutilações e mortes: Esse tipo de linha também pode provocar ferimentos irreversíveis às pessoas.

Como soltar pipa de maneira segura?

  • Não soltar pipas em canteiros centrais de ruas, avenidas, rodovias ou qualquer lugar onde exista fluxo de veículos;
  • Linhas metálicas não devem ser usadas no lugar da linha comum. Nunca use cerol ou a linha “chilena”, elas são proibidas por lei e causam acidentes;
  • Não utilize papel alumínio na confecção da pipa. É perigoso, pois este material em contato com os fios provoca curtos-circuitos;
  • Caso a pipa enrosque nos fios, é melhor desistir do brinquedo. Tentar recuperá-la representa sério risco, assim como tentar remover a pipa com canos ou bambus;
  • Não solte pipa em tempo nublado, principalmente se tiver com chuva. Ela pode funcionar como para-raios, conduzindo energia;
  • Não é indicado subir nas lajes das casas para empinar pipa, qualquer distração pode causar uma queda;
  • Tenha cuidado com ciclistas e motociclistas, pois as linhas não podem ser vistas e linhas de cerol ou reforçadas podem causar graves acidentes.

(Estagiária Maiza Santos, sob supervisão do editor executivo de OLiberal.com, Carlos Fellip)

Palavras-chave

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL