Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Com aulas presenciais, Suzane Richthofen é mantida em cela isolada para evitar covid em presídio

O isolamento é uma medida de prevenção devido a saída da presa para frequentar aulas presenciais

O Liberal

Em setembro, Suzane Richthofen, que foi condenada a 39 anos de prisão pela morte dos pais, começou a frequentar as aulas presenciais da faculdade de biomedicina. Desde então, ela passou a cumprir um isolamento, sendo mantida em uma cela privada para evitar disseminação de covid-19 entre as outras presas. As informações são do G1.

Segundo a apuração, a presa já teve covid e o isolamento é devido a ela ter contato com pessoas de fora do lugar. A medida será mantida até o fim da pandemia, seguindo os protocolos de segurança da Secretaria da Administração Penitenciária. Além do isolamento, Suzane deverá apresentar um boletim de presença e notas, como forma de demonstrar o aproveitamento do curso. Em nota, a pasta informou que todas as presas já foram vacinadas, no mínimo, com a primeira dose e que, atualmente, não há nenhum caso de suspeita da doença no presídio. 

Inicialmente, Suzane conseguiu autorização para cursar faculdade de farmácia, mas, devido a primeira opção não fechar uma turma na universidade de Taubaté, ela mudou para biomedicina. No primeiro dia de aula, ela foi para a faculdade em um carro de aplicativo com a sua advogada e deixou o local por volta das 21h50. Ela é monitorada por uma tornozeleira eletrônica, confira:

(Reprodução / TV Vanguarda)

 

 

 

Palavras-chave

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL