Chacina no DF: Vítima tinha R$ 79 mil em espécie

O dinheiro era fruto da venda de uma casa

O Liberal
fonte

Cláudia Regina Marques de Oliveira, uma das mulheres da família que foi vítima de uma chacina no DF, tinha R$ 79 mil em espécie. Segundo reportagem publicada pelo Correio Braziliense, a origem do dinheiro era da casa onde ela morava no Itapoã, vendida por R$ 200 mil. Os R$ 121 mil restantes foram pagos por transferência bancária.

Apesar de ser ex-mulher de Marcos Antônio Lopes de Oliveira, 54, a reportagem do Correio apurou que o nome do antigo companheiro estava na documentação de venda do imóvel, que tem dois quartos, uma suíte, uma sala e cozinha.

No encontro com os interessados pela casa, o clima era de tranquilidade por parte de Cláudia e da filha Ana Beatriz Marques de Oliveira, que também estava no imóvel durante a visita.

Três suspeitos de envolvimento com o crime já foram presos pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), na última terça-feira (17). Dois deles foram identificados como Horácio Carlos Ferreira Barbosa, de 49 anos, e Gideon Batista de Menezes, 55.

A PCDF revelou que, com os suspeitos, foram encontrados valores em dinheiro. Horário, segundo a polícia, tinha R$ 40 mil em conta e Gideon possuía R$ 14 mil em espécie no momento em que foi preso. Não há detalhes sobre a identidade do terceiro suspeito.

Entenda o caso

A cabeleireira Elizamar Silva, de 39 anos, sumiu junto com três filhos pequenos no dia 12 deste mês, uma quinta-feira. O carro dela foi encontrado carbonizado com os corpos dela e dos filhos, na sexta-feira (13), em Cristalina (GO).

Também na sexta, o marido de Elizamar, Thiago Gabriel Belchior, de 30 anos, desapareceu com a irmã, o pai e a mãe dele. O carro do sogro da cabeleireira foi encontrado carbonizado no sábado (14), em Unaí (MG). Dentro do veículo havia outros dois corpos, que ainda não foram identificados, mas familiares acreditam ser da mãe e da irmã de Thiago.

Já na quarta-feira (18), o corpo de Marcos Antônio Lopes de Oliveira, sogro de Elizamar e pai de Thiago, foi encontrado esquartejado em um local onde teria funcionado um cativeiro para manter a família. Ele chegou a ser apontado como mandante do crime, mas a hipótese vem perdendo força.

Também são consideradas desaparecidas uma ex-mulher de Marcos e uma outra filha que ele teve neste relacionamento.

Os desaparecidos e mortos até agora são:

- Elizamar da Silva (morta), 39, cabeleireira;

- Thiago Gabriel Belchior (desaparecido), 30, marido de Elizamar;

- Rafael da Silva (morto), 6, filho de Elizamar e Thiago;

- Rafaela da Silva (morta), 6, filha de Elizamar e Thiago;

- Gabriel da Silva (morto), 7, filho de Elizamar e Thiago;

- Gabriela Belchior de Oliveira (morta), 25, cunhada de Elizamar e irmã de Thiago;

- Renata Juliene Belchior (morta), 52, sogra de Elizamar e mãe de Thiago;

- Marcos Antônio Lopes de Oliveira (morto), 54, sogro de Elizamar e pai de Thiago;

- Cláudia Marques (desaparecida), ex-mulher de Marcos;

- Ana Beatriz Marques (desaparecida), filha de Marcos com Cláudia.

Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL