'Papai Noel dos Correios' começa a receber adoções online. Saiba como ser um padrinho

Apadrinhamento pela internet pode ser feito até o próximo dia 29 de novembro

Redação Integrada

Os Correios informaram na manhã desta terça-feira (12) que as adoções on-line das cartinhas endereçadas ao "Papai Noel dos Correios", campanha realizada anualmente pela empresa, já estão disponíveis no blog da campanha. Belém é uma das capitais envolvidas. O apadrinhamento pela internet pode ser feito até o dia 29 de novembro.

Já o período de adoção das cartas presencialmente será de 7 de novembro a 13 de dezembro. Quem adotar uma cartinha deverá entregar o presente até 13 de dezembro no mesmo local onde realizou a adoção. Em Belém, as cartas da campanha Papai Noel dos Correios estarão disponíveis para adoção na Casa do Papai Noel, localizada na agência Central dos Correios, na Avenida Presidente Vargas.

No Pará as cartinhas também podem ser adotadas nos municípios de Almeirim, Capanema, Castanhal, Marabá, Redenção e Santarém.

Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Goiânia, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo (região metropolitana) também participam da iniciativa. Até o momento, segundo os correios, já foram adotadas mais 75 mil cartas em todo o país.

Como funciona – Os Correios recebem as cartinhas de crianças que enviam seus pedidos diretamente ao Papai Noel e, também, de estudantes das escolas da rede pública (até o 5º ano do ensino fundamental) e de instituições parceiras. Após lidas e selecionadas, as cartas são disponibilizadas na Casa do Papai Noel ou em outras unidades da empresa. E para que a empresa possa acompanhar as adoções e as entregas dos presentes, os padrinhos devem cadastrar o CPF ou CNPJ. Este ano, os Correios devem disponibilizar aproximadamente 800 mil cartas para adoção.

Desde o início da campanha, foram atendidas mais de 6 milhões de cartinhas – muitas delas com histórias emocionantes de solidariedade. Essa corrente do bem une esforços de empresas, empregados e voluntários da sociedade para atender, dentro do possível, aos pedidos de presentes daqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

 

 

 

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BELÉM