Moradores do conjunto Médici sofrem com os buracos, na Marambaia

Bueiros abertos e crateras na pista atrapalham trânsito e levam riscos à vizinhança

Dilson Pimentel

Moradores do Médici I e II, no bairro Marambaia, em Belém, reclamam dos buracos no conjunto. Uma das vias prejudicadas é a avenida Paragominas, por onde circulam os ônibus. A via, no Médici II, fica perto do Parque Ecológico do Município de Belém Gunnar Vingren.

Há muitos buracos na esquina com a passagem Cafezal, bem na curva. Nesse trecho, é preciso reduzir a velocidade e ter ainda mais atenção no trânsito. "Fica perigoso, porque os ônibus têm que desviar dos buracos e é arriscado ter acidente", disse um homem que fazia serviço de construção civil em uma casa ali perto.

Motoristas de carros particulares batem o fundo do veículo, por causa do desnível do pavimento. Na manhã desta terça-feira (14), Fernando Otero Santos, 28, caminhava com a filha, de 4 anos, que estava em uma bicicleta. Morando há cinco anos no conjunto, ele contou que os moradores jogam aterro nos buracos da avenida Paragominas para, assim, melhorar um pouco a mobilidade das pessoas.

O passeio de bicicleta das crianças fica prejudicado. "Vou segurando pra ela não cair", afirmou, referindo-se à sua filha. "E os bueiros daqui também estão entupidos". Também há muitos buracos na rua Baião, no trecho entre a rua da Marinha e a passagem Cafezal, ainda no Médici II. "Buraco é só o que tem aqui", disse um morador.

Otero e a filha: insegurança até para o lazer (Cláudio Pinheiro)

"Fica perigoso, porque os ônibus têm que desviar dos buracos e é arriscado ter acidente", diz um homem que faz serviço de construção em uma casa. Carros batem o fundo do veículo por causa do desnível do pavimento. "Vou segurando minha filha pequena pra ela não cair da biclicleta", diz o morador Fernando Otero. "Os bueiros daqui também estão entupidos"

Já no Médici I, os buracos estão localizados na rua Ourém com a rua Marabá, onde fica a Paróquia de Jesus Ressuscitado. Um morador que fazia caminhada gostou da presença da reportagem, dizendo que a comunidade precisa de serviços nessa rua. A caminhada, aliás, é prejudicada pelos buracos, pois alguém pode torcer o pé. "Tem que asfaltar isso aqui tudinho", disse um homem que passou em um carro e viu a reportagem registrando os buracos na via.

Prefeitura diz que serviços estão agendados


A Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan), informa que uma equipe técnica do Departamento de Obras Viárias (Deov) irá aos locais fazer um levantamento dos problemas nos trechos citados do bairro. A Sesan reitera que os serviços seguem um cronograma de atendimento, por conta da grande demanda.

A Secretaria esclarece ainda que está atuando no bairro da Marambaia com obras de recapeamento na Rua We-2 e pavimentação no Panorama XXI. Além disso, as ruas São Jorge e Alameda B tiveram serviços de recapeamento concluídos.

Ruas dos dois conjuntos precisam de serviços (Cláudio Pinheiro)
Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BELÉM