Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Obra na avenida Romulo Maiorana custará R$ 30 milhões; saiba mais sobre o projeto

O projeto prevê calçamento acessível, ciclovia, paisagismo no canteiro central e lateral, além de praça pet e quiosques padronizados

Emanuele Corrêa

Na última sexta-feira (25) o Prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, anunciou por meio de sua conta no twitter as obras que serão realizadas na avenida Romulo Maiorana, antiga 25 de Setembro. A revitalização será feita por meio de um convênio entre o Governo do Estado do Pará e a Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb). Orçada em R$ 30 milhões, irá contemplar a urbanização completa desde a avenida Doutor Freitas à travessa Antônio Baena. A equipe técnica responsável está finalizando o projeto, consecutivamente será feita a licitação. Após iniciada, a obra terá um prazo de 18 meses para ser entregue à população.

O secretário da Seurb, Deivison Alves, afirma que a previsão de início das obras ocorrerá ainda neste primeiro semestre. Será feita uma drenagem completa, desde a avenida Doutor Freitas até a travessa Antônio Baena, nos dois sentidos da via. "A urbanização, requalificação e revitalização da nova Romulo Maiorana é uma obra muito importante para o município de Belém. A Seurb executará vários serviços neste importante corredor, que é o famoso corredor da '25'. Quase 5km de extensão nos dois sentidos", explicou o secretário.

Avenida Romulo Maiorana receberá revitalização ainda no primeiro semestre. (Igor Mota / O Liberal)

Outras melhorias: calçamento acessível, ciclovia, paisagismo no canteiro central e lateral. O espaço contará com novos equipamentos, como academias ao ar livre e estação de saúde. O titular da secretaria também ressalta outras novidades, uma praça pet e instalação de pista de skate, quadras poliesportivas e a revitalização e padronização dos quiosques que já existem ao longo da avenida Romulo Maiorana. "No canteiro central hoje conhecido como um canteiro preservado pela sua arborização muito bonita, não iremos alterá-lo. Não em seu tamanho. Apenas iremos urbanizá-lo. Com equipamentos, padronização dos novos quiosques, lanchonetes, etc.", destacou. 

A iluminação pública também será uma prioridade, de acordo com Deivison. Será modernizada na lateral e no passeio público. O canteiro central receberá iluminação contemplando o paisagismo, com o objetivo de beneficiar tanto os praticantes de esporte, quanto de outras práticas de saúde.

Nos equipamentos públicos, como playgrounds, será trabalhada a acessibilidade e a inclusão. Acessibilidade com o piso tátil, rampa de corrimões para as pessoas que possuem mobilidade reduzida ou não, ressalta o secretário. "Faremos a construção de 'praças radicais', como skate, patins e outros. Praça para os animais, espaço para os tutores passearem. Praças para atividades poliesportivas, com quadra de concreto e de areia, além de praças infantis. Incluindo acessibilidade nessas praças. Faremos uma ciclovia inédita, integrando às ciclofaixas existentes no entorno", declarou.

 

População aguarda o início das obras

Maísa Oliveira trabalha há 35 anos na avenida. "As melhorias são importantes. Precisamos de iluminação e saneamento", diz. (Igor Mota / O Liberal)

A avenida Romulo Maiorana é a segunda casa da família Oliveira. Maísa Oliveira trabalha há 35 anos com sua mãe gerenciando um quiosque de café da manhã e tacacá. Para ela, a obra virá em um momento importante, visto que, a área precisa de atenção na iluminação e saneamento. "Não é a primeira vez que escutamos que a avenida será revitalizada. Então, seria muito bom realizar a obra, pois as árvores precisam de cuidados, caem os frutos nas nossas barracas, tem bueiro aberto e a questão da iluminação precária. Com certeza poderá evitar a questão dos assaltos. Eu acho a ideia muito boa", comentou.

Berenice Oliveira diz que praça pet será uma excelente opção e pede que no projeto a arborização da avenida não seja cortada. (Igor Mota / O Liberal)

A servidora estadual, Berenice Oliveira, reside há 30 anos no bairro e há 7 anos é tutora da cachorrinha Pandora. Passear nas calçadas irregulares é um desafio, conta ela, que reforça que o que ameniza o percurso é a sombra das árvores. Por isso, ela espera que melhorias sejam promovidas, no entanto, sem cortar as árvores do local. "O calçamento é difícil, a praça e quiosque precisam ser revitalizados. Essa praça pet será muito boa para socialização. Através dos nossos pets conhecemos muitas pessoas, fazemos amizades. Eu acho uma boa iniciativa do prefeito. Só peço que não cortem as árvores, pois a arborização é muito boa, o que ameniza o calor na cidade", reforçou.

Jean Oliveira, 41 anos, aproveitou o feriado para levar o filho Davi Oliveira, 5 anos, para brincar na praça. Novos espaços com aparelhos e estruturas adequadas serão importantes para os momentos de lazer com a família, comenta o pai. Jean pede atenção também com a limpeza das praças. "Eu marquei nas redes sociais a prefeitura, para falar da limpeza. Mas a gente sabe que precisa contar com a ajuda da população. Acho que essa obra será muito boa. Para espairecer com a família, ter mais uma opção de lazer e a população cuidar. Não adianta a prefeitura investir e a população não cuidar", finalizou.

Palavras-chave

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM