Motoristas de aplicativo pretendem fechar diversas vias de Belém nesta segunda-feira

Protesto é contra um decreto que estabelece, dentre outras coisas, que apenas carros com o ano a partir de 2013 possam circular

Redação Integrada

Motoristas de aplicativos de mobilidade urbana de Belém se reuniram na tarde deste sábado (9), no estacionamento do Estádio do Mangueirão, para debater sobre um decreto, publicado nessa sexta-feira (8) no Diário Oficial do Município, que estabelece, dentre outras coisas, que apenas carros fabricados a partir do ano de 2013 possam entrar nas plataformas de mobilidade urbana e se estiverem em nome dos motoristas cadastrados.

De acordo com John Teixeira, motorista de aplicativo, essas são as duas principais reivindicações do grupo acerca da resolução nº 035/2018-CONDEL/SEMOB, aprovada pelo Decreto nº 93.022, da Prefeitura de Belém.

O grupo alega que as determinações prejudicam os profissionais que circulam na capital paraense e a consideram uma "regulamentação arbitrária e prejudicial aos aplicativos em Belém".

"Hoje foi feita uma reunião com as lideranças para organizarmos as passeatas que faremos" explica John, ressaltando que o grupo está querendo "derrubar o decreto", porque "se for para frente, uma média de 40% dos motoristas serão bloqueados das plataformas".

Paralisação

Centenas de motoristas de aplicativo participaram da reunião (Reprodução)

Na reunião, ficou decidido que o grupo fará paralizações na segunda-feira (11), em pontos como a Prefeitura de Belém e a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob).

De acordo com o motorista, os protestos foram agendados para a segunda-feira porque "uma mobilização em um final de semana não surte efeito".

A estimativa é que 600 motoristas participaram da reunião, que iniciou às 15 horas e encerrou por volta das 17 horas.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!