Morre o padre Mário Pozzoli, fundador do grupo Mojuvena

O velório do religioso está sendo realizado na Basílica Santuário

Tainá Cavalcante

Morreu na noite da última terça-feira, 12, aos 87 anos, o padre Mário Maria Pozzoli, fundador do grupo Movimento de Juventude Nazarena (MOJUVENA). Nascido em Lentate Sul Seveso, província de Monza e Brianza, na Itália, o religioso faleceu em decorrência de uma infecção generalizada.

O velório do padre, que iniciou sua vida religiosa ainda aos 10 anos, rezando aos pés de Nossa Senhora do Rosário, está sendo realizado na Basílica Santuário desde às 2h desta quarta-feira, 13. A missa de corpo presente iniciou às 9h. Com o encerramento da celebração, será feito um cortejo fúnebre em homenagem a Mário Pozzoli em direção ao cemitério Santa Isabel, no bairro do Guamá, onde será enterrado. 

LEGADO 

O Padre Mário Pozzoli nasceu em 25 de março de 1931 e, aos 27 anos, foi ordenado em Roma, na Itália. Foi em 1960 que o religioso, aos 29 anos, chegou ao Pará, após ser enviado à cidade de Bragança. Anos depois, foi transferido para a Basílica de Nazaré. Em 1970, fundou o Movimento da Juventude Nazarena (MOJUVENA), grupo que se mantém ativo até hoje. O barnabita também foi responsável pela criação do Grupo das Madrinhas das Vocações.
 
Após 20 anos atuando em Belém, foi transferido para o Rio de Janeiro, onde permaneceu por cinco anos, e depois foi para Belo Horizonte, em Minas Gerais, onde deu início ao projeto social Associação Divina Providência, obra que objetiva atender crianças e jovens da periferia. Em 2013, ele retornou à Basílica Santuário de Nazaré, onde permaneceu até o dia de seu falecimento. 

Belém