Moradores fazem ato por obras no Portal da Amazônia

Eles cobraram medidas para término de conjunto residencial em frente à Semad

Redação integrada

Moradores remanejados por causa do projeto habitacional Portal da Amazônia fizeram uma manifestação por volta das 12h30 desta quinta-feira (5) em frente à Secretaria Municipal de Administração (Semad), na avenida Nazaré. A avenida chegou a ser fechada por alguns momentos e a Guarda Municipal foi chamada para acompanhar a manifestação. Veja o ato:

Nesta quinta, uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Estado (Alepa) foi marcada às 9h para discutir o assunto. Houve a sessão, mas nenhum representante da prefeitura compareceu. Por isso, os moradores resolveram fazer o ato em frente à Semad. Uma reunião foi agendada com a Secretaria de Habitação (Sehab) para a próxima terça-feira (10), às 10h, em local a ser definido.

Famílias pedem conclusão de obra de residencial

Segundo Mauro Tavares, presidente da Associação de Moradores do Projeto Portal da Amazônia (AMPPA), em 2008 as famílias foram remanejadas com a promessa de que, dois anos depois, o projeto habitacional estaria concluído e eles teriam suas casas. "Saímos de nossas casas em 2008 porque, em 2010, se concluiria para entregar para todo mundo as habitações. Já estamos em 2019. O governo Duciomar Costa [prefeito anterior] entregou 16 unidades [habitacionais], em 2012, quase no final do mandato dele. E o governo do prefeito Zenaldo [Coutinho], que está aí há sete anos, não conseguiu entregar nenhuma".

Cerca de 100 moradores já haviam feito protesto no Portal da Amazônia, no bairro do Jurunas, no último domingo (1º). A manifestação anterior aconteceu na rua Osvaldo de Caldas Brito com a orla. As famílias pedem a conclusão das obras. Atualmente, 245 famílias, que foram remanejadas por causa do projeto, recebem auxílio aluguel mensal, no valor de R$ 500. A obra, que já soma 11 anos, deveria durar apenas dois anos.

Mauro Tavares, da associação de moradores: prefeitura não foi à sessão na Alepa (Ary Souza / O Liberal)

 

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BELÉM