Manifestação contra atropelamento fatal exige sinalização na avenida Augusto Montenegro

Grupo de pessoas usou fogo para bloquear parte do trânsito, que ficou muito engarrafado. Motivação seria um acidente fatal, envolvendo motos e uma viatura da Rotam.

Bruna Lima e Victor Furtado

Uma manifestação foi feita na avenida Augusto Montenegro, na manhã desta quinta-feira (2). Um grupo de pessoas ateou fogo na pista, próximo ao quilômetro 8, bairro Parque Guajará, próximo ao conjunto Tapajós. A Polícia Militar esteve no local já está no local e negociou a liberação da via. Nesta sexta-feira (3) há possibilidades de novos protestos, caso não haja uma resposta postiva da Prefeitura de Belém sobre a sinalização de trânsito no local.

 

Nos curta no Facebook para acessar as principais notícias do dia, lives e promoções. Clique aqui!  

 

A motivação seria um acidente fatal na pista expressa, que teria sido causada por uma viatura da Rotam. É o que diz o vereador de Belém Fernando Carneiro (PSOL). Ele comentou sobre a motivação no Twitter, criticando a falta de proteção e segurança na pista.

 

 

"De manhã, teve um acidente. Morreu um e outro foi muito mal para o hospital. O rapaz ia atravessando e a viatura da polícia bateu ele. Tinha uma faixa de pedestres aqui e tiraram. Jogaram lá pra perto da Celpa [Equatorial]. Temos quatro comunidades aqui e não tem uma faixa", comentou José da Costa, que participou da manifestação. O grupo de manifestantes contabiliza ao menos seis vítimas na área desde o início das obras da pista expressa na Augusto Montenegro.

Local onde o pedestre morreu, no acidente que envolveu uma viatura da Rotam (Ivan Duarte / O Liberal)

Em nota, a Polícia Militar do Pará disse que, por volta das 8h da manhã desta quinta-feira (2), as duas motocicletas se envolveram em um acidente de trânsito, no momento em que uma viatura do Batalhão de Ações com Cães (BAC) passava pelo local, na Avenida Augusto Montenegro, próximo ao Conjunto Tapajós, no bairro Parque Guajará, em Belém.

 "Em virtude da colisão entre as motos, uma delas foi parar embaixo da viatura. Os militares acionaram uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar (CBM), que levaram uma das vítimas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Icoaraci. A outra foi conduzida para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua."

Segundo a PM, por volta das 11h, os militares do 24º Batalhão negociaram e desobstruíram a via, normalizando o trânsito no local.

Também em nota, a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém garantiu que toda a área do entorno da pista do BRT está sinalizada, "especial quanto aos locais de conversão e travessias seguras".

A superintendência também disse que "dados preliminares apurados na área dão conta de que a moto fez conversão em local proibido, o que, neste caso, faz com que o condutor assuma o risco de causar acidentes a si e a terceiros. A conversão teria sido feita em um local onde a própria população da área fez a retirada de um segregador de pista".

"A SeMOB mantém agentes em ronda diariamente ao longo de toda a Augusto Montenegro e reforça a pedestres, ciclistas, motociclistas e motoristas de veículos em geral que respeitem as sinalizações da avenida e que não trafeguem sob hipótese alguma na pista do BRT, para evitar acidentes como o da manhã desta quinta-feira", finaliza a nota.  

 

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BELÉM