Jovem é morto durante festa na porta de casa

Assassinos estavam num carro vermelho. Havia pelo menos dez pessoas com a vítima. Ninguém mais se feriu.

Victor Furtado, Redação Integrada

Neyvison Barbosa Rodrigues, de 26 anos, foi assassinado, na porta da casa dele, no bairro do Tapanã. O crime ocorreu na tarde deste sábado (9). Testemunhas relataram à Polícia Militar que o assassino saiu de um carro vermelho, sem modelo ou placa identificados, e fez vários disparos. A vítima estava acompanhada de pelo menos mais dez pessoas. Ninguém mais se feriu.

O sargento Sampaio, da PM, informou que Neyvison tinha passagens pela polícia por roubo. Era conhecido como "Índio". Há relatos contraditórios. Algumas testemunhas apontam ser apenas um assassino encapuzado. Outras dizem ter sido mais de uma pessoa e sem qualquer ocultação do rosto. Algumas cápsulas de munição ponto 40 foram encontradas. 

No crime, apenas Neyvison Rodrigues foi atingido pelos disparos (Fábio Costa / O Liberal)

Eram aproximadamente 17h30 quando Neyvison e várias outras pessoas estavam tranquilas e bebendo. Era uma festa, na porta da casa da vítima, na alameda Vitória Régia. Uma vila fechada que fica perto do antigo quartel da Guarda Municipal de Belém, na rodovia Arthur Bernardes. A calma dos moradores acabou. A festa havia começado pela manhã. 

Vizinhos, familiares e amigos ficaram em pânico pela violência. Essas pessoas devem ser ouvidas pela Divisão de Homicídios da Polícia Civil, para tentar elucidar o crime. Nada foi roubado da vítima. Tudo indica uma execução. Os assassinos sabiam quem era o alvo. 

Familiares estavam muito revoltados e nenhum quis dar qualquer relato ou esclarecimento sobre o caso.

Quaisquer informações podem ser repassadas, em segurança, para o Disque-Denúncia (181). Não é preciso se identificar. A informação será checada e pode ser acompanhada pelo número de protocolo que é dado ao final da ligação, que é gratuita.

Belém