Incentivo à adoção será debatido durante encontro em Belém

O IX Encontro Norte-Nordeste de Grupos de Apoio à Adoção será realizado de 14 a 16 de novembro, no Centro de Ciências Naturais e Tecnologia da Uepa

João Thiago Dias

O incentivo à adoção ganhará destaque em Belém, de 14 a 16 de novembro, no IX Encontro Norte-Nordeste de Grupos de Apoio à Adoção, que será realizado, às 19h (abertura) e às 9h (outras programações), no Centro de Ciências Naturais e Tecnologia da Universidade do Estado do Pará (Uepa), no bairro do Marco. O objetivo é fortalecer a rede de serviços a meninos e meninas que podem ser adotados por famílias nas cidades dessas duas regiões do País.

O encontro é uma realização do Grupo Renascer, do Grupo de Apoio à Adoção Castanhal e da Associação Nacional de Grupos de Apoio à Adoção (Angaad). Com o tema "Trabalhando em Rede pelo Direito de ser Filho", o evento contará com a presença de profissionais que participarão de explanações, mesas temáticas e debates.

De acordo com a presidente do Grupo de Estudo e Apoio à Adoção Renascer, Helena Paschoalin, a expectativa da organização é reunir 100 participantes. "Para trocar experiências e formatar diretrizes e estratégias sobre como os grupos, instituições e o Poder Público, a partir da rede de apoio à adoção de crianças e adolescentes, podem fortalecer suas ações em prol desse público-alvo”, comentou.

As ações abrangem o incentivo à adoção de crianças maiores e a superação de mitos pela sociedade, entre outras iniciativas. A rede de proteção conta com a atuação de abrigos, grupos de apoio à adoção, do Ministério Público, do Tribunal de Justiça (Coordenadoria da Infância e Juventude, Promotoria) e a sociedade civil.

Referência

Helena Paschoalin também destaca que um dos mitos sobre adoção é o de que o filho adotivo vai sempre dar problema, o que, segundo ela, não é verdade, mas acaba virando, em muitos casos, um estigma para a criança.

“Quando uma criança ganha uma família, ela passa a ter cuidados individuais, proteção, dispõe da referência familiar e valores para a vida, o que difere da realidade em um abrigo, por melhor que seja, e, logicamente, é o oposto da situação de vulnerabilidade em que se encontram muitas crianças nas cidades do País”, observou.

Programação

No dia 14, o evento será aberto às 19h, com a explanação pelo vice-presidente da Angaad e membro do Acalanto Natal, Francisco Medeiros Júnior, além da participação da professora Andréa Pontes, da Universidade Federal do Pará. 

No dia 15, a partir das 9h, a Coordenadoria Estadual da Infância e da Juventude de Belém, Leane Fiúza de Melo, vai abordar a atuação do Ministério Público no acolhimento institucional de crianças e adolescentes.

Em seguida, a presidente da Angaad, Sara Vargas, vai falar sobre as intervenções relacionais baseadas na confiança. Além disso, a coordenadora do aplicativo A.dot, Adriana Campos (PR), vai comentar sobre a busca ativa para visibilidade segura.

À tarde, terá explanações sobre “Adoção: um processo de construção afetiva – o afeto em movimento”, a cargo de Jussara Tuma, do Graau de Uberaba; “Implicações psicológicas nas devoluções no processo de adoção”, por Suzana Schettini, psicóloga da Angaad; e “O trabalho articulado de instituições para se evitar devoluções no processo de adoção”, por Suely Costa, assistente social da Vara da Infância de Icoaraci.

No dia 16, às 9h, será a vez dos temas “Acolhimento Familiar”; “A entrega voluntária para adoção”, pelo juiz Francisco Coimbra, da Vara da Infância e Juventude de Castanhal; e “Adoção: processo psicossocial de tornar-se pai, mãe e filho. O afeto em rede”, pelo psicólogo Luiz Schettini, assessor técnico da Angaad.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BELÉM