'Frio' em Belém muda a rotina dos moradores da cidade na manhã desta sexta

Pessoas tiram 'roupas de frio' do armário para ficar mais confortável nesta manhã de chuva e ventania na cidade

Camila Guimarães

Acostumados a enfrentar temperaturas que giram em torno dos 35ºC e a lidar com a sensação de haver 'um sol para cada habitante' na maior parte do tempo, amanhecer com o clima quase 10 graus abaixo da máxima diária (em torno de 27ºC) fez com que muitos paraenses tirassem a roupa de frio do armário pela primeira vez desde o último inverno amazônico. Nas ruas, pessoas buscam nos casacos, jaquetas e mesmo nos guarda-chuvas uma forma de se proteger do vento frio que, junto às pancadas de chuva, compunha o clima nesta sexta-feira nublada (4).

Um dos belenenses que precisou mudar os hábitos para se adaptar a essa brusca virada do tempo foi o serralheiro Otoniel Martins, de 49 anos. Ele conta que, normalmente, não usa roupas de frio ou manga comprida, exceto para trabalhos que exigem uma proteção maior contra os raios solares. Porém, hoje, a roupa que normalmente impede que ele queime a pele nos dias que trabalha ao sol serviu de agasalho para o frio.

"Hoje a gente teve que tirar a roupa de trabalho né, essa com manga comprida, para ficar em casa mesmo, por causa desse tempo, dessa chuva. Eu prefiro mais o tempo mais aberto, porque tempo chuvoso atrapalha muito o trabalho. Como eu trabalho fora, nas oficinas, dificulta um pouco com essa chuva", ele comenta.

Otoniel Martins, 49, tirou do guarda-roupa a camisa de trabalho mesmo ficando em casa para se proteger do frio. ()

Otoniel diz que, em Belém, nunca sabe exatamente quando é verão ou inverno devido às mudanças bruscas de tempo em uma cidade com clima tropical, mas, considerando as últimas pancadas de chuva que tem baixado as temperaturas e feito vários pontos da cidade alagar, ele imagina que o controverso inverno amazônico esteja chegando.

"Pelo meu ponto de vista, já está chegando o inverno, mas, aqui em Belém, geralmente a gente não sabe quando é inverno ou quando é verão. Nesse clima tropical, de repente está um sol bonito e, do nada, o céu se fecha e cai aquela chuva. Acho que agora deve ser início de inverno", avalia.

VEJA MAIS

Chuva no centro de Belém tem canais transbordados e alagamento em ruas; vídeo
Belém é um dos muitos municípios do Pará que está sob alerta meteorológico amarelo para chuvas fortes e ventanias que podem ocorrer até amanhã

Pará tem previsão de tempestades entre hoje e amanhã; Inmet solta alerta amarelo; entenda os riscos
Alerta amarelo foi emitido pelo Inmet nesta quinta (3), com previsão de ventanias de até 60 km/h, aponta Defesa Civil Municipal de Belém. Maranhã, Amapá e Roraima e Tocantins podem ser afetados

Confira como fica o trânsito durante a nova etapa de requalificação da rodovia BR-316
O Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM) apresentou, nesta sexta-feira, os detalhes da nova etapa de obras do projeto viário em andamento na principal via de acesso à capital paraense

Além de se proteger do frio, o serralheiro considera que os casacos e camisas mais fechadas e com manga são importantes nessa época para também prevenir doenças: "Quando tem esse tempo, não tem jeito, tem que sair bem agasalhado, porque nesse tempo dá aquela gripe e a pessoa arria, fica doente uma semana, duas semanas e fica impedida de trabalhar, aí é ruim né. Mas é isso, nessa transição de tempo, a gente tem que se agasalhar".

Selma Anselmo, 58, diz que sempre está preparada para o frio e que prefere os dias sem sol. (Ian Duarte / O Liberal)

Diferente de Otoniel, outras pessoas consideram que os últimos dias de céu cinzento e chuvas fortes não surpreenderam, como é o caso da aposentada Selma Anselmo, de 58 anos. Ela conta que sempre está preparada para qualquer mudança de tempo e que costuma apreciar mais os dias mais fechados do que os dias de sol, inclusive por causa da saúde.

"Eu sempre estou preparada para o inverno. Até porque, por causa da minha saúde, já que o sol me faz mal. Eu tenho lúpus, então, o clima de chuva assim fresquinho é bem melhor para a minha pele e para o meu tratamento. Se bem que eu não posso ir para a chuva né, mas é bem melhor", comenta.

Para Selma, mesmo nos dias de sol, alguns itens que são a cara do inverno continuam fazendo parte do seu vestuário: "Mesmo quando está sol quente, eu sempre ando com casaco. Eu já ando com a sombrinha o tempo todo, com casaco, faça chuva ou faça sol, e com um calçado antiderrapante, para evitar acidente", ela conta.

Mesmo gostando do frio e estando preparada para o tempo que vier, a aposentada avalia que o tempo chuvoso na capital paraense traz, sim, alguns desconfortos: "Tem a dificuldade de atravessar as ruas, por causa da água, que alaga às vezes. Também aumenta o risco de escorregar nas calçadas, por isso eu tenho sempre que estar com um calçado apropriado. Também tem o lado ruim que molha as coisas, mas eu prefiro esse clima mesmo. Para mim é maravilhoso esse clima, gosto muito".

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM