Famílias renovam tradição natalina de decorar a casa para as festas

Montar árvores de Natal faz parte do calendário anual para quem mantém a festa cristã

João Paulo Jussara

A chegada do mês de dezembro resgata o tradicional hábito da montagem de árvores de natal. Nesta época, a mais festiva e alegre do ano, é comum ver as ruas iluminadas e os pinheiros decorando as casas, lojas e escritórios da cidade. É necessário, porém, que alguns cuidados de segurança sejam tomados na hora da montagem, para evitar que acidentes domésticos envolvendo materiais elétricos acabem estragando as confraternizações natalinas.

Desde criança, o arquiteto Allan Feio costuma montar árvores de natal com sua família, tradição que foi passada de geração a geração. Mas foi após o nascimento do filho, Arthur, de 5 anos, que Allan começou a se interessar mais em fazer montagens e decorações de árvores diferentes. Com a ajuda da esposa, Adna, a família aguarda o ano inteiro o tão esperado dia da montagem, que sempre acontece no feriado de finados, em novembro.

A vivência na arquitetura ajudou Allan a ter ideias de montagens alternativas. Todo ano, a família faz uma decoração diferente. "A gente pesquisa muito, vai atrás de ideias, de novas referências, discutimos juntos. É algo feito de maneira conjunta, em família", diz. Este ano, eles resolveram caprichar no colorido, e montaram uma árvore com seis tons diferentes, começando com o vermelho e indo até o dourado, e com decorações mesclando flores, bolas, fitas e enfeites variados.

(Akira Onuma / O Liberal)

Depois de anos fazendo montagens alternativas, hoje Allan monta até as árvores de parentes e amigos, sob encomenda. Virou quase um hobby. "Geralmente eu procuro fazer uma árvore diferente pra cada pessoa. Esse ano eu montei quatro árvores diferentes", conta. Mas, de todas, a mais especial é mesmo a que ele faz com a ajuda do pequeno Arthur e de Adna. "A gente se reúne, separa tudo, e passa o dia inteiro montando, testando as decorações. É o dia mais esperado do ano".

Cuidados para evitar problemas

Para que este dia tão esperado seja perfeito, é preciso tomar alguns cuidados básicos de segurança, os quais Allan já conhece bem. O primeiro deles, logo na hora de decidir o local onde a árvore será montada, é evitar a instalação próximo a locais onde há fontes de calor, como fogões, botijões de gás, lareiras, ou onde há aparelhos eletrônicos, como televisores e microondas. "É importante, também, que a árvore fique afastada de cortinas e outros tecidos que podem pegar fogo rapidamente", afirma o capitão do Corpo de Bombeiros Militar do Pará (CBMPA), Eduardo Rio Branco.

Depois de montar a árvore, é necessário verificar onde a tomada que liga as luzes decorativas será conectada. A dica principal é conectar a tomada em uma fonte única, jamais compartilhar as ligações em um benjamim ou extensão, que pode acabar sobrecarregada. Outro ponto importante é optar por luzes de led, ao invés das lâmpadas incandescentes comuns. "Elas aquecem demais, e o material da árvore geralmente é plástico, papel, coisas que queimam facilmente", diz o capitão.

Caso a pessoa vá sair de casa, a dica dos bombeiros é jamais deixar as luzes da árvore ligadas. "Às vezes, na época do natal, as pessoas costumam se reunir na casa dos parentes pra confraternizar. Se você deixar a sua árvore ligada e algum incidente ocorrer, não vai ter ninguém em casa para tentar controlar a situação ou pedir ajuda", lembra o profissional. "Seguindo essas regrinhas básicas, é possível ter um natal mais seguro e evitar maiores dores de cabeça. Na hora de montar a árvore, o principal é ter responsabilidade", finaliza.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BELÉM