Em missa do aniversário de Belém, violência foi tônica do sermão

Arcebispo de Belém fez referência aos desafios. Prefeito também citou questão

Lucas Costa

A problemática da segurança na capital foi a tônica da celebração da missa de ação de graças realizada esta manhã na Catedral de Belém, a Sé, na Cidade Velha. A missa celebrada por Dom Alberto Taveira, Arcebispo Metropolitano de Belém, abriu a programação oficial pelo aniversário de 403 da cidade neste sábado (12).

LEIA MAIS:
- Helder Barbalho vai ao enterro de PM assassinado em Mosqueiro
Abraço à prefeitura pediu proteção de Belém contra injustiças
"Parabéns, Belém" é um dos tópicos mais comentados do Twitter
Helder e Zenaldo não se encontram no aniversário no Ver-o-Peso

Durante o sermão, Dom Alberto tocou no assunto se referindo à crescente escalada de mortes violentas registradas na capital. O prefeito Zenaldo Coutinho, que também participou da celebração, junto a várias outras autoridades, também deu destaque ao mesmo tema na Sé.


Ao final da missa, ainda dentro da igreja, pessoas se aglomeraram para cumprimentar o prefeito de Belém, um pouco antes do ato seguinte da agenda, outra cerimônia religiosa: em prente ao palácio Antônio Lemos, sede da prefeitira, a comunidade evangélica da Assembleia de Deus promoveu um abraço de oração e gratidão pelo aniversário da cidade.

Belém