Derrotado por Helder, Zequinha Marinho comemora eleição de candidatos do PL e PSC

Ele observou que se mantém como "servo do povo paraense"

O Liberal
fonte

Após perder a disputa ao Governo do Pará para o candidato Helder Barbalho (MDB), o presidente estadual do Partido Liberal (PL), senador Zequinha Marinho, comemorou, na noite neste domingo (2), a eleição de candidatos do partido e ratificou seu apoio ao candidato Jair Bolsonaro no segundo turno. Zequinha Marinho destacou que continuará a ser um "servo do povo paraense".

Na avaliação de Zequinha Marinho, o resultado das Eleições 2022 foi bom, porque a candidatura dele teve uma boa votação, considerando que seria uma disputa muito difícil para o Governo do Estado. "Mas a gente se esforçou, se doou, trabalhou e muita gente acreditou, quase um milhão de pessoas chegaram junto, votando, nos ajudando, acreditando no projeto de um novo Estado. Mas, de um modo geral, a eleição foi razoável, tivemos três deputados federais do PL, ou seja, Éder Mauro foi reeleito, Joaquim Passarinho foi reeleito e o delegado Caveira que era estadual se elegeu federal", salientou.

"Fizemos quatro deputados estaduais: Toni Cunha, pelo PSC, e Wescley Tomaz , do Partido Social Cristão (PSC), de Itaituba, foram eleitos; Rogério Barra e o coronel Neil foram eleitos pelo PL (o PSC e o PL estão na corrida eleitoral). De modo que o grupo sai, de certa forma, fortalecido, com uma proposta sendo construída, fazendo a política do bem, a política da conquista do voto", afirmou o senador.

Apoio

Sobre o resultado do primeiro turno para presidente da República, Zequinha Marinho disse que o Governo do presidente Jair Bolsonaro cometeu "alguns errinhos políticos aqui, no Pará; a grande maioria dos órgãos do Governo Federal no Pará está na mão dos adversários, e nessas horas faz falta; o Governo trabalhando contra o governante. "Acreditamos na possibilidade de superar esse desafio no segundo turno e vamos para cima, nossa missão aqui é lutar", acrescentou. 

Zequinha Marinho não titubeia no apoio ao candidato Jair Bolsonaro. "O presidente Bolsonaro é do PL, e nós somos PL", assinalou. 

Zequinha ressaltou que tem como planos "continuar ajudando o meu Estado, trabalhando dia e noite como sempre fizemos, e, agora, com certeza, a responsabilidade aumenta muito mais; temos que nos virar, seremos um eterno servo do povo paraense, trabalhando dia e noite, trazendo recursos para os municípios, projetos, defendendo o Pará no Congresso Nacional diante das lutas e circunstâncias que o Estado atravessa", dise. Ele acrescentou que "a campanha deve reiniciar na próxima semana, passando essa, e nós vamos para a rua buscar esse voto do Bolsonaro".

Belém
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM