Cursos de Enfermagem da Esamaz ganham reconhecimento

Escola Superior da Amazônia recebe o Selo de Certificação da Qualidade de conselhos regional e federal

Publieditorial

A Escola Superior da Amazônia (Esamaz) recebeu na manhã de quinta-feira (16) o Selo de Certificação da Qualidade do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) e Conselho Regional de Enfermagem do Pará (Coren-PA). O certificado, alusivo aos cursos técnico e graduação de Enfermagem da instituição, representa o avanço e trabalho desenvolvido pela mesma no ensino superior. A Esamaz é a primeira instituição das regiões Norte e Nordeste a receber o selo. Já a Esamaz Tec é a primeira instituição do Brasil a receber.

O certificado foi concedido após análise dos conselhos acerca do trabalho desenvolvido no Estado. A Esamaz alcançou 94,3% dos indicadores estabelecidos pelo Programa de Qualidade do Cofen. São avaliados 60 itens, dentre eles: qualidade do corpo docente, infraestrutura, presença de responsabilidade técnica pelos serviços de enfermagem e canais de comunicação entre professores e alunos. O certificado foi criado em janeiro deste ano e já foi concedido a 10 hospitais e 2 instituições de ensino, uma de Brasília e uma de Belo Horizonte.

De acordo com Antônio Marcos Freire Gomes, 2º secretário do Conselho Federal, que representou a presidência do Cofen, o selo serve para, além de outros objetivos, certificar o corpo dos professores de enfermagem da instituição. "Checamos o trabalho desenvolvido na instituição e confirmamos, pelo Conselho Nacional, a qualidade dos quesitos avaliados", afirma. Segundo o representante, a enfermagem é uma aliada fundamental para a saúde. "No Pará são 65 mil profissionais que, apesar das condições adversas, tem conseguido prestar serviços com qualidade. Eles executam um esforço sobre humano para atender a população", diz.

(Divulgação)

Com o selo, a Esamaz passa a ser anualmente avaliada pelo Cofen. Reinaldo Gonçalves, diretor-geral da Esamaz, afirma que este momento é muito importante para a formação profissional dos estudantes. "A proximidade com o Conselho de classe é necessária para desenvolver um trabalho em prol do descanso e das atividades do profissional. Temos muita responsabilidade e percebemos que há muitas lutas no dia a dia para serem enfrentadas. As IES têm papel fundamental na formação ética e profissional dos estudantes", afirma. Para Gonçalves, esta certificação foi uma confirmação do trabalho que é desenvolvido pela Esamaz, tanto no nível técnico, como a graduação.

O selo foi entregue durante a XVI Semana de Enfermagem, que ocorreu nos dias 16 e 17 de maio, no hotel Sagres, em Belém. O evento contou com estudantes da graduação e curso técnico de enfermagem e enfermeiros já formados. Graduandos de outras instituições também participaram. O tema dessa edição do evento foi "Enfermagem: Uma voz para liderar. Saúde para todos".

Publicidade

INOVAÇÕES

Segundo Adilson Mendes, vice-diretor da Esamaz Tec, que oferece os programas de cursos tecnológicos, a Semana de Enfermagem celebra o Dia Internacional de Enfermagem, um momento de culminância dos trabalhos desenvolvidos e que abordam cultura e ciência. "O nosso objetivo foi discutir o rumo dos profissionais, destacar as inovações da área e presença do conselho nas instituições de ensino superior. É importante abordar as normativas e funcionamento do Conselho para desenvolvermos nos estudantes o conhecimento com base nos conceitos do Coren e Cofen", afirma.

Para a presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Pará (Coren-PA), Daniele Cruz, a parceria dos conselhos com as instituições de ensino superior são fundamentais para promover questões éticas, legais e teóricas dentro da sala de aula para serem exercidas no mercado de trabalho. "O objetivo do Coren é disciplinar e fiscalizar os profissionais e a execução da Enfermagem. Temos enfermeiros em 144 municípios do Pará, trabalhando para melhorar a condição de trabalho e valorização profissional, que durante 24 horas por dia enfrentam os desafios da profissão", diz.

Participaram do evento Daniele Cruz Rocha, presidente do Coren-PA; Antônio Marcos Freire Gomes, 2º secretário do Cofen; Fabio Freitas, deputado estadual; Rubens Cardoso da Silva, reitor da Universidade Estadual do Pará (Uepa); Margareth Braum, vice presidente do Conselho Estadual de Saúde; Jair Bezerra, presidente da Cruz Vermelha; Reinaldo Gonçalves, diretor-geral da Esamaz; Rosimeire Tavares, diretora de enfermagem da Universidade Federal do Pará (UFPA); e Antônia Trindade, presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Pará.

VESTIBULAR

O Curso de Enfermagem é um dos 17 oferecidos pelo Vestibular 2019.2 da Esamaz. As provas acontecem no próximo dia 26 de maio, em Belém. A instituição está ofertando vagas para quatro novos cursos: Bacharelado em Educação Física, Engenharia Mecânica, Engenharia Civil e Medicina Veterinária. As inscrições podem ser feitas até o dia 23, no no site esamaz.com.br.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!