Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Campanha "Caneta da Saúde" chega a Belém com orientações sobre o tratamento de diabetes no SUS

A ação será realizada para orientar e tirar dúvidas da população acerca das vantagens das canetas preenchidas de insulina, um dispositivo utilizado no tratamento do diabetes e disponível no Sistema Único de Saúde (SUS)

O Liberal

Nos dias 9 e 10 de novembro, a partir das 9h, na Praça do Operário, em São Brás, o caminhão da campanha "Caneta da Saúde" estará em Belém para orientar a população sobre os benefícios de ter uma caneta preenchida de insulina. É um dispositivo utilizado no tratamento do diabetes e disponível gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS). A caneta é considerada um dos equipamentos mais modernos para o tratamento da doença e pode reduzir ocorrências de hipoglicemia e até possíveis hospitalizações decorrentes da diabetes.  

As orientações serão, principalmente, para pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2 e preferencialmente crianças e jovens até 19 anos e adultos com 50 anos ou mais. Durante a pandemia, as pessoas diabéticas se tornaram um grupo de risco para a covid-19. Nas informações, será explicado também acerca da importância de manter a doença controlada para evitar o desenvolvimento de quadros mais graves, em caso de infecção com o coronavírus.

A ação faz parte de uma campanha nacional, parceria entre a Associação de Diabetes Juvenil (ADJ), Associação Nacional de Atenção ao Diabetes (ANAD) e da Novo Nordisk. Também conta com o apoio da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e do CONASEMS (Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde). Além da atuação educativa, terá o estimulo para o uso do recurso que está disponível no SUS.  As atividades também estão abertas para os profissionais de saúde que desejam conhecer mais o dispositivo e engajar os pacientes para o uso das canetas.

"O diabetes não é uma condição individual. Trata-se de algo presente na vida de milhões de famílias. Neste novo cenário delicado de pandemia, há pessoas que estão no grupo de risco e podem desenvolver as formas mais graves da doença [...]. A campanha ‘Caneta da Saúde’ chega nesse contexto. É uma maneira de ajudar a manter a saúde em dia dessas pessoas que já sofrem com uma doença crônica. Tudo que precisamos evitar são episódios de hiper ou hipoglicemia, que podem levar o paciente para o pronto-socorro, o que pode expô-lo a riscos adicionais durante a pandemia", explica a endocrinologista e diretora médica da Novo Nordisk, Priscilla Olim Mattar.

 

As principais vantagens da "Caneta da Saúde" são: 

 

- É mais prática, portátil, discreta e fácil de aplicar fora de casa.
- Economiza tempo, pois não há necessidade de preparo do frasco de insulina.
- É mais segura. Já vem preenchida e com seletor de dose para dispensar a quantidade correta de insulina.
- Mais fácil de usar e, por isso, melhora a aderência ao tratamento, diminuindo picos de glicemia.
- É gratuita. Distribuída pelo SUS para pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2 preferencialmente acima de 50 anos e menores de 19 anos.

 

Para conhecer mais sobre a iniciativa, pode acessar mais informações no site da campanha (https://www.canetadasaude.com.br/). Neste ambiente virtual, terão diversos conteúdos que desmistificam inúmeras "fake news" sobre a doença e o tratamento. Há também uma área destinada aos profissionais da saúde, com um exclusivo e-book e orientações técnicas sobre a utilização das canetas de insulina no SUS.

 

(Karoline Caldeira, estagiária sob a supervisão de Victor Furtado, coordenador do Núcleo de Atualidades)

 

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM