Quatro estudantes paraenses vão receber medalha de ouro na 'Olimpíada Nacional de Ciências'

Entre todos os estudantes premiados do Brasil, 52 paraenses vão receber medalha ou menção honrosa

João Thiago Dias

Quatro estudantes paraenses vão receber medalha de ouro na Olimpíada Nacional de Ciências (ONC) 2019, que bateu recorde com quase dois milhões de inscritos nesta edição. Ao todo, quase dez mil estudantes de vários Estados do Brasil vão receber medalhas de ouro, prata, bronze e menções honrosas. Desse total, 52 paraenses do 9º ano do Ensino Fundamental e das três séries do Ensino Médio, de instituições públicas e particulares, receberão medalha ou menção honrosa. O resultado foi divulgado no último dia 31.

Na lista do Pará que vai receber medalha de ouro estão: Carlos André Barroso Rabêlo (9º ano do Ensino Fundamental), da Escola Estadual Professora Maria Uchoa Martins, de Santarém; Carolina Aiko Kaneko (9º ano do Ensino Fundamental), da Escola Luterana do CIM Trindade, de Tomé-Açú; Samuel Costa Matos (1º ano do Ensino Médio), do Colégio Pitágoras, de Juriti; e Gustavo Souza Araújo (3º ano do Ensino Médio), do Grupo Futuro Educacional, de Marabá.

Além dessas, o Pará terá 12 medalhas de prata, 11 de bronze e 25 menções honrosas.

Prata em Bragança

Para o estudante Ruan Pablo da Silva Gomes, de 15 anos, do 2º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Luiz Paulino Mártires, de Bragança, Nordeste do Pará, ganhar medalha de prata representou um grande vitória. Ele conta que o mérito é reflexo de muitas horas de dedicação tanto na escola, onde ele estuda em período integral, como na casa dele, com repetições de exercícios.

"Não imaginava que eu poderia chegar a esse nível concorrendo com todo o Brasil. Principalmente porque sou estudante de escola pública. Estudo das 6h às 18h e ainda procuro revisar o assunto do dia em casa. O segredo é prestar muita atenção e focar na hora das aulas. E exercitar muito. Sem preguiça de fazer lista de exercícios", sugeriu.

Ruan conta que tem mais afinidade com a área de ciências e que a premiação foi um bom incentivo para o sonho de cursar engenharia aeroespacial no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). "Tenho mais afinidade com exatas e biológicas. Quero cursar essa engenharia no ITA. E os como é muito concorrido, tenho que me dedicar com reforço", comentou.

A Olimpíada foi dividida em duas etapas. Na primeira, com uma prova objetiva com questões de química, física, biologia e astronomia. Na segunda, com questões discursivas. O evento teve como público alunos a partir do 9º ano do Ensino Fundamental, até a 3ª série do Ensino Médio e estudantes da 4ª série do Ensino Técnico, que ainda não ingressaram no ensino superior.

A Universidade Federal do Piauí (UFPI) é a instituição realizadora da competição, a partir do convite do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTIC). A ONC também conta com realização da Sociedade Brasileira de Física (SBF), Associação Brasileira de Química (ABQ), Instituto Butantan e Sociedade Astronômica Brasileira.

Solenidade de premiação

Como não há possibilidade de se premiar todos estes estudantes ao mesmo tempo por conta de espaço físico e deslocamento, no próximo dia 28 de novembro, em São Paulo, a solenidade oficial premiará 300 estudantes medalhistas de ouro, sendo os 75 mais destacados de cada nível.

A solenidade de premiação oficial da ONC está marcada para o dia 18h, no Anfiteatro Camargo Guarnieri, na Universidade de São Paulo (USP). Será em São Paulo por ser o Estado que teve o maior número de estudantes premiados, conforme determina o regulamento.

O coordenador nacional da ONC, professor Jean Catapreta, explica que os estudantes que não vão para a solenidade em São Paulo receberão a premiação nos respectivos Estados deles, por meio da coordenadoria estadual.

"Tem uma coordenação estadual em cada capital. Na primeira semana de dezembro, o coordenador de cada Estado fará a entrega das medalhas e certificados para os alunos que não vão para a solenidade de São Paulo. Se algum aluno não puder ir até a capital, a coordenação enviará via Correios para a instituição onde o aluno estuda". 

Em nota, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) do Pará informou que já vem apoiando diversos estudantes da Rede Estadual classificados para finais de eventos como este, que envolvem viagens. "No caso da Olimpíada Nacional de Ciências, não há nenhum pedido de apoio na Secretaria. Certo. A Escola dele tem que formalizar o pedido à Seduc", explicou a nota.


Confira a lista com os estudantes paraenses premiados na Olimpíada Nacional de Ciências

9º ano do Ensino Fundamental - medalha de ouro
Carlos André Barroso Rabêlo - EEEFM PROFa MARIA UCHOA MARTINS - Santarém
Carolina Aiko Kaneko - EMEIF LUTERANA DO CIM TRINDADE - Tomé-Açu

9º ano do Ensino Fundamental - menção honrosa
Larissa Maria Santos V. de Albuquerque - INSTITUTO NOSSA SENHORA AUXILIADORA - Cametá
Geovana Piovezan Riguete Franco - COLÉGIO HIPER IDEAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA - Novo Progresso
Julia Moura Rios - COLÉGIO CASTRO ALVES - Tucuruí
Ana Carolina de Andrade - ESCOLA TÉCNICA VALE DOS CARAJÁS - Parauapebas
Lucio Alves de Lima Neto - EMEIF SANTO AGOSTINHO - Breves
Jennifer Camile Moaraes Mendes - EMEIF SANTO AGOSTINHO - Breves
Ana Lúcia Schmoller Friedrich - EMEF CARMELO MENDES DA SILVA - Canaã dos Carajás
Douglas dos Anjos Bezerra - COLÉGIO BETHEL - Parauapebas
Maria Vitória Lafayete Silva Galhardos - COLÉGIO BETHEL - Parauapebas
Luiza Rodrigues Pereira - EMEF DOMINGOS CARDOSO DA SILVA - Parauapebas
Micheli Gleyci Santos Nascimento - EMEF FARUK SALMEN - Parauapebas
Isabelly Ivy de Moraes Farias - INSTITUTO NOSSA SENHORA AUXILIADORA - Cametá
Jennifer dos Santos Gaia Mardock - EMEF PROFESSORA MARIA NADIR FILGUEIRA VALENTE - Cametá
Maria Cristina Barbosa Almeida - EMEF SANDRA MARIA SANTOS DA SILVA - Parauapebas

1º ano do Ensino Médio - medalha de ouro
Samuel Costa Matos - COLÉGIO PITÁGORAS DE JURUTI - Juruti

1º ano do Ensino Médio - medalha de prata
Sara Cristina dos Santos Cardoso - COLÉGIO ALFA SAYKOO - Ananindeua
Pedro Antônio Coelho - COLÉGIO SANTA ROSA - Belém
Estefany Raiane da Silva Nogueira - SISTEMA DE ENSINO EVOLUÇÃO - Bragança
Yasmin Costa Nascimento - SISTEMA DE ENSINO EQUIPE ANANINDEUA - Ananindeua

1º ano do Ensino Médio - medalha de bronze
Sinval Palheta Farias - COLÉGIO SANTA MADRE - Belém
Eliza Jeadria Castro Barrada - EETEPA SANTARÉM - Santarém
Wewsley Eland dos Santos de Oliveira - ESCOLA SESI ANANINDEUA - Ananindeua
Yá Canestri Souza - COLÉGIO SANTA MADRE - Belém
Felipe Ewerton Gonçalves da Silva - EEEFM DR ULYSSES GUIMARÃES - Belém
Vinicius Caldas Pereira - ESCOLA SESI ANANINDEUA - Ananindeua
Paulo Victor Ferreira Pinheiro - EEEM PROF MARIA HELENA VALENTE TAVARES - Ananindeua

1º ano do Ensino Médio - menção honrosa
Lucas José Ferreira Moura Lalor - EEIFM TENENTE REGO BARROS - Belém
Luza Victoria da Silva Gomes - EEEFM DR ULYSSES GUIMARÃES - Belém
Beatriz dos Santos da Costa - EEEFM PROF TEODATO DE REZENDE - Salinópolis
Luiggi Salgado Santa Brigida - CENTRO DE ENSINO TÉCNICO IDEAL - Belém
Maria Pollyana Costa Silva - EEEFM LUIZ PAULINO MÁRTIRES - Bragança
Aisha Eduarda Robinson da Silva - ESCOLA SESI ANANINDEUA - Ananindeua
Yuri Elissandro Ferreira Gruimarães - EEEFM LUIZ PAULINO MÁRTIRES - Bragança
Cassandra Pereira Rodrigues - EEEFM ANTONIO TEIXEIRA GUEIROS - Ananindeua
Luana Silva Ribeiro - EEEFM ANTONIO TEIXEIRA GUEIROS - Ananindeua

2º ano do Ensino Médio - medalha de prata
Jorzen Gabriel Sales Ramos - INSTITUTO NOSSA SENHORA AUXILIADORA - Cametá
Ana Beatriz Canto Lopes - COLÉGIO PITÁGORAS DE JURUTI - Juruti
Luis Felipe Gomes Reis de Moraes - GRUPO FUTURO EDUCACIONAL MARABÁ - Marabá
Ruan Pablo da Silva Gomes - EEEFM LUIZ PAULINO MÁRTIRES - Bragança
João Victor Tavares Cunha - COLÉGIO PITÁGORAS DE JURUTI - Juruti

2º ano do Ensino Médio - medalhas de bronze
Marcos Felipe dos Santos Nascimento - COLÉGIO PITÁGORAS DE JURUTI - Juruti

2º ano do Ensino Médio - menção honrosa
André Victor Coelho de Souza - GRUPO FUTURO EDUCACIONAL - Marabá
Giovana Araújo Hoffmann - COLÉGIO SAPIENS - Altamira

3º ano do Ensino Médio - medalha de ouro
Gustavo Souza Araújo - GRUPO FUTURO EDUCACIONAL - Marabá

3º ano do Ensino Médio - medalha de prata
Daniel Nogueira de Araújo - COLÉGIO PITÁGORAS - Juruti
Marcio de Melo Baia - INSTITUTO NOSSA SENHORA AUXILIADORA - Cametá
Rodrigo Frazão do Nascimento - ESCOLA TÉCNICA VALE DOS CARAJÁS - Parauapebas

3º ano do Ensino Médio - medalha de bronze
Alicejanny da Silva Brelaz - COLÉGIO PITÁGORAS - Juruti
Hemily Castro Baia - INSTITUTO NOSSA SENHORA AUXILIADORA - Cametá
Maísa Bandeira Araújo - GRUPO FUTURO EDUCACIONAL MARABA - Marabá

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BELÉM