Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Tomar café diariamente pode reduzir em 30% o risco de morte

Foram sete anos observando a rotina de pacientes no Reino Unido. A pesquisa foi publicada na revista The Annals of Internal Medicine

Rayanne Bulhões

Pela manhã, depois do almoço, durante uma reunião ou no fim de tarde. Não importa o horário, o café está presente na vida de milhares de brasileiros diariamente. E os consumidores dessa paixão nacional tem mais um motivo a comemorar. É que a bebida por reduzir em até 30% o risco de morrer se for tomado entre 1,5 e 3,5 xícaras de café, por dia.

Essas informações foram publicadas na revista The Annals of Internal Medicine, na última segunda-feira (30). Mesmo com uma colher de chá de açúcar, o estudo foi positivo em comparação com quem não consumia a bebida. Já aqueles que tomaram a mesma quantidade de café, mas sem açúcar, tiveram 21% menos chances de morrer do que quem não tomava o líquido.

VEJA MAIS 

O Liberal investe em tecnologia para ampliar acesso de leitores a conteúdos
Projeto de Realidade Aumentada ganha novo momento a partir da edição desta quarta (1º) e foi apresentada a grupo de assinantes durante Café com Leitor

Como foi feita a pesquisa do café e o risco de morte?

O estudo foi realizado no Reino Unido, em um período de sete anos. Foram analisados dados de 170.000 pessoas, com idades entre 37 e 73 anos.

Larissa Manoela e Rafael Vitti tomam café coado na calcinha feito por Gaby Amarantos
Artista paraense divide bebida com elenco de novela global.

Mulher frentista espanca assediador que tocou na sua coxa em posto de gasolina; vídeo
Funcionária tomava café quando o homem se aproximou e tocou o seu corpo

Para a pesquisadora Christina Wee, Professora associada à revista, “poucas coisas no mundo que reduzem a mortalidade em 30%”, como o café.

Mais de 500 quilos de cocaína saíram do Brasil em sacos de café para fábrica da Nespresso na Suíça
Descoberta foi feita pela polícia suíça após denúncia de funcionários da fábrica que estranharam 'misterioso pó branco' em sacos de café

O jornal The New York Times reforçou que o estudo é observacional, ou seja, somente os dados sobre o uso do café não podem provar conclusivamente o risco de morte, já que outros fatores que podem influenciar, como o estilo de vida, rotina de alimentação saudável, além da prática de exercícios físicos.

Saúde
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!