Professor e pesquisador da UFPA é confirmado na equipe de transição de Lula

Renato Francês conta que um dos objetivos será garantir mais investimentos às universidades e institutos de pesquisa da Amazônia

O Liberal
fonte

O pesquisador e professor titular da Faculdade de Engenharia de Computação e Telecomunicações, da Universidade Federal do Pará (UFPA), Carlos Renato Lisboa Francês, foi confirmado na equipe de transição do governo do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Doutor em Ciências da Computação e Matemática, ele é o atual diretor da Agência de Inovação Tecnológica da instituição e fará parte do grupo temático de Ciência, Tecnologia e Informação.

Em entrevista ao Grupo Liberal, Renato Francês falou sobre os desafios que ele e os outros membros da equipe, em especial os que fazem parte do mesmo grupo de trabalho e também são da Amazônia, terão pela frente.

“Qualquer pesquisador do país se sentiria honrado e com imenso desafio por participar de uma equipe de transição, em todas as 31 áreas elencadas pelo governo eleito, mas na ciência, tecnologia e inovação, a gente espera ter um problema bem maior. Vocês da imprensa cobriram isso sistematicamente, como foi desmantelado todo o sistema de tecnologia e inovação que o pais tinha e passou a ser uma área de não investimento mesmo, de maneira deliberada”, declarou.

Por isso, segundo ele, o primeiro trabalho será fazer o levantamento da situação atual. “A gente espera encontrar o que realmente se percebe estando na outra ponta, como pesquisador: um caos muito grande, um sistema sem investimento, sem previsão de investimento e sem priorização”, avalia.

VEJA MAIS

image Pará já tem 16 representantes na equipe de transição do governo Lula
Helder Barbalho, Adolfo Oliveira e Lívia Duarte foram anunciados nesta quarta (16)

image Saiba quem são os paraenses na equipe de transição do governo Lula
Até esta quarta-feira (16), foram confirmados 16 representantes do Pará

image Professoras da Ufopa integram equipe de transição do Governo Lula
Raimunda Monteiro está no grupo temático de Desenvolvimento Regional e Socorro Pena, da Pesca

image Pesquisadores do Museu Emílio Goeldi integram equipe de transição do Governo Lula
Ima Vieira e Marcio Meira estão nos grupos temáticos de Ciência e Tecnologia e Povos Originários, respectivamente

O pesquisador observa ainda que há alguns desafios específicos para a região. “No meu caso, sendo pesquisador da UFPA, do Pará e da Amazônia, (o desafio) é tentar ser propositivo no sentido de diminuir o hiato que há entre a região amazônica e as demais regiões do país em relação à ciência e tecnologia”, afirma.

Uma das tarefas será demonstrar que a Amazônia é bioeconomia, mas não apenas isso. “A gente tem pesquisadores talentosos, que fazem pesquisa desenvolvendo produtos em todas as áreas do conhecimento. A UFPA é a maior prova disso. Há diversas outras universidades e institutos que são institutos de excelência aqui na Amazônia, mas que por uma falta de visão histórica mais republicana, digamos assim, se concentrou nos grandes centros do Sudeste e agora um pouco no Nordeste o grosso do investimento e investimento mais diversificado”.

Para o pesquisador, em razão desse cenário, uma das “pautas obrigatórias” para quem é da Amazônia e está na equipe de transição será propor políticas afirmativas para diminuir essas diferenças regionais. “A gente vai ter que propor algumas políticas de indução mesmo em ciência, tecnologia e inovação. Observar todas as áreas e não apenas bioeconomia como uma área exclusiva”, disse o pesquisador. “O desafio da Amazônia é buscar recursos humanos qualificados e políticas afirmativas em todas as áreas. A Amazônia tem uma engenharia, por exemplo, fantástica, que vai da engenharia elétrica - temos o grosso da energia elétrica do país aqui - , até a engenharia naval, porque os nossos modelos de embarcação são diferenciados e têm uma ciência própria por trás deles. Isso é um pouco invisível aos olhos do país”, completou.

Política
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA