#if(!$m.request.preview.inPreviewMode)
CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X
#end

Polícia solicita perícias para esclarecer marcas de tiros na sede do União Brasil, em Belém

O caso é investigado pela Seccional do Comércio

O Liberal
fonte

A Polícia Civil do Pará informou nesta terça-feira (23) que as perícias de local de crime e balística solicitadas para esclarecer as marcas de tiros encontradas na sede do União Brasil, em Belém, estão em andamento. A denúncia de que o local foi alvo de uma possível ação criminosa foi feita na segunda-feira (22) pelo presidente estadual da sigla, o deputado federal licenciado e ministro do Turismo, Celso Sabino.

“A Polícia Civil do Pará informa que as perícias de local de crime e balística estão em andamento. O caso é investigado pela Seccional do Comércio, em Belém”, comunicou a PC nesta terça.

VEJA MAIS

image Diretório estadual do União Brasil em Belém foi alvo de tiros, afirma Celso Sabino
Presidente estadual do partido, o ministro Celso Sabino conta que a Polícia Federal foi acionada para dar início as informações

O imóvel fica localizado à rua Ferreira Cantão, no bairro da Campina, e segundo o União Brasil, amanheceu com marcas de tiros nas paredes e janelas. Segundo a assessoria de Sabino, não há câmeras no local.

As marcas de tiros estavam nas janelas e em uma parede. A assessoria informou ainda que o ataque ocorreu horas depois de Celso Sabino deixar Belém com destino a Brasília. O ministro havia percorrido no final de semana oito municípios paraenses, onde participou do lançamento de pré-candidaturas do partido à prefeitura desses municípios.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Política
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA