Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

PL, PSC e Patriota escolhem candidatos ao Governo do Pará e ao Senado

Zequinha Marinho e Rosiane Eguchi são confirmados como candidatos a governador e vice, enquanto Mário Couto é o nome a senador

Abílio Dantas

Após debates e composições internas, o senador Zequinha Marinho foi confirmado nesta quarta-feira (20) como candidato do PL, legenda do presidente Jair Bolsonaro, ao cargo de governador do Pará. Para o Senado Federal, Mário Couto é o nome, na tentativa de voltar à Casa, depois do mandato exercido entre 2007 e 2015.

O anúncio foi feito em convenção partidária conjunta com o PSC e o Patriota, realizada na sede do Pará Clube, no fim da tarde. Zequinha chegou em comitiva por volta das 18h, acompanhado da candidata à vice-governadora na chapa da coligação, Rosiane Eguchi (PSC) e de pré-candidatos à Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) e à Câmara Federal, que tiveram seus nomes também confirmados no evento.

VEJA MAIS

Deputado federal Joaquim Passarinho confirma candidatura à reeleição
O anúncio foi feito na convenção partidária do PL, PSC e Patriota

Pelo calendário eleitoral, o prazo para a realização das convenções partidárias iniciou nesta quarta-feira (20) e vai até o dia 5 de agosto. A coligação formada por PL, PSC e Patriota, no Pará, foi a primeira a anunciar seus representantes na disputa eleitoral deste ano. Cerca de 100 candidatos ao Legislativo formam a chapa das legendas, com nomes como os deputados federais Éder Mauro e Joaquim Passarinho, e dos deputados estaduais Delegado Caveira e Toni Cunha, que concorrem, respectivamente, à Câmara Federal e a um novo mandato na Alepa.

O salão do clube, enfeitado com balões em cores verde e amarela, características das campanhas da base de Jair Bolsonaro, recebeu comitivas de diferentes regiões do Pará. Com banda de música e cartazes com os nomes de seus candidatos, os apoiadores aguardaram durante toda a tarde a chegada do senador Zequinha Marinho, já anunciado em banners pendurados na sede como o líder da coligação e o escolhido para pleitear o principal cargo do Executivo estadual.

Antes de iniciar o pronunciamento oficial, Zequinha Marinho apresentou a família ao público, levando ao palco a esposa, Júlia Marinho, candidata à Câmara pelo PSC, e as filhas, Letícia, Ana Laura e Alice Marinho. Em seguida, discursou sobre os temas que devem pautar a campanha, com destaque para a saúde pública e o desenvolvimento das sub-regiões paraenses.

“A partir de hoje nós somos uma coligação. Deixamos de ser cada um do seu partido para sermos a coligação majoritária. Subentende-se que somos agora um grupo só, trabalhando com a mesma objetividade, rumo ao Governo do Pará, cada um fazendo o máximo por todos e todos fazendo o máximo por cada um. Essa é a estratégia para chegar lá”, afirmou.

A plataforma de governo, de acordo com Zequinha Marinho, deve tomar como base os estágios de desenvolvimento das localidades do Pará. “Vamos trabalhar Belém e a Região Metropolitana, assim como o Marajó e o Nordeste paraense, que ainda estão pouco trabalhados”, detalhou. Envolvido por uma bandeira, o senador e candidato a governador também declarou que o apoio a Jair Bolsonaro tem como razão a continuidade de um “governo patriota”. “Para avançar temos que reeleger Jair Messias Bolsonaro. E eu convoco a todos para essa grande jornada, pelo Brasil e pelo Pará”.

O ex-senador Mário Couto, que foi candidato à Prefeitura de Belém em 2020, afirmou que pretende retornar ao Senado para combater a corrupção.

“Queremos ir ao Senado para ajudar o presidente Bolsonaro a administrar essa pauta tranquilamente. O presidente está sendo muito perseguido. Nós vamos estar lado a lado com ele, trabalhando por um Brasil melhor, por um Pará melhor, se Deus quiser”, finalizou.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA